sicnot

Perfil

Mundo

Juncker diz que seria "um grave erro" fechar à Turquia a porta de adesão à UE

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker considerou esta quinta-feira em declarações à televisão alemã que o fim das negociações de adesão da Turquia à União Europeia (UE) seria "um grave erro de política externa", após um apelo nesse sentido da Áustria.

"Neste momento, se dermos a entender à Turquia que, qualquer que seja a situação, a UE não está pronta para aceitar a Turquia, isso seria quanto a mim um grave erro de política externa", disse em declarações à cadeia televisiva ARD numa entrevista que será difundida domingo mas com a divulgação prévia de alguns excertos.

Previamente, o chanceler austríaco Christian Kern tinha considerado que a UE deverá pôr termo às negociações de adesão com a Turquia definidas como uma "ficção" na atual situação.

"Devemos enfrentar a realidade, as negociações de adesão não são mais que ficção", declarou na noite de quarta-feira aos media austríacos, acrescentando que "as normas democráticas turcas estão longe de ser suficientes para justificar a sua adesão".

Kern acrescentou que pretende um debate sobre esta questão no decurso do Conselho Europeu previsto para 16 de setembro.

O ministro turco dos Negócios Estrangeiros, Omer Celik, reagiu de imediato ao considerar "extremamente perturbantes" as declarações do primeiro-ministro austríaco.

"A crítica é um direito democrático, mas deve existir uma diferença entre a crítica e adotar uma atitude anti-turca", acrescentou.

Lusa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espirito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espirito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Mais de 60% dos jovens não usam preservativo e 1/4 acredita que SIDA transmite-se pelos talheres
    1:42
  • Há mais um suspeito do massacre de Las Vegas 
    0:27

    Mundo

    Em outubro passado, Stephen Paddock abriu fogo sobre os espetadores de um concerto de música country, em Las Vegas, matando 58 pessoas e ferindo quase 500, no mais sangrento tiroteio da história norte-americana recente. A novidade é que a polícia federal dos EUA abriu uma investigação sobre um segundo suspeito no tiroteio. A Polícia Metropolitana disse que não há ainda um motivo para o tiroteio mas aponta como uma das possíveis razões o facto de Stephen Paddock ter perdido uma grande quantia de dinheiro. Os investigadores descobriram ainda que o atirador possuía pornografia infantil no seu computador.