sicnot

Perfil

Mundo

Obama assume-se como feminista

O Presidente norte-americano, Barack Obama, assumiu-se como feminista num editorial publicado esta quinta-feira por ocasião do seu 55.º aniversário e defendeu a continuação dos esforços para derrubar os preconceitos de género.

"É uma época extraordinária para ser mulher", escreveu Barack Obama na revista feminina Glamour, adiantando que não o diz apenas como Presidente mas também como feminista.

Traçando os progressos alcançados pelas mulheres, desde o direito de voto ao acesso às profissionais antes fechadas às mulheres, Obama disse que educar as suas duas filhas, atualmente com 18 e 15 anos, lhe deu consciência da pressão a que estão submetidas as raparigas e mulheres.

"Vemos os comportamentos sociais subtis e menos subtis transmitirem-se através da cultura. Vemos enorme pressão sobre as raparigas para que tenham uma determinada aparência e um certo comportamento e até mesmo uma certa forma de pensar", continuou o presidente norte-americano, que em janeiro abandona a Casa Branca depois de dois mandatos.

Lusa

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Vila de Gavião viu-se cercada pelas chamas
    2:17
  • Costa desafia PSD para pacto depois das autárquicas
    1:14
  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22