sicnot

Perfil

Mundo

Presidente turco afirma que John Kerry vai visitar Turquia ainda este mês

© Umit Bektas / Reuters

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, vai visitar a Turquia durante este mês.

A visita de John Kerry, caso venha a ser confirmada, acontece num momento em que houve um aumento da tensão entre Washington e Ancara, na sequência da falhada tentativa de golpe de Estado a 15 de julho.

A Turquia tem exigido a extradição de Fethullah Gülen, a quem acusa de ser o mentor do golpe.

Na sequência do golpe, o Governo deteve e demitiu mais de 60.000 pessoas do setor militar, judiciário e da função pública, incluindo o setor da educação.

John Kerry

John Kerry

© Jorge Silva / Reuters

"Acho que o secretário de Estado vai chegar a 21 (de agosto)", afirmou Erdogan, em entrevista à televisão estatal TRT.

Dentro de duas semanas, uma delegação liderada pelos ministros dos Negócios Estrangeiros e Justiça da Turquia vai deslocar-se aos Estados Unidos para explicar o envolvimento de Gulen na tentativa de golpe de Estado, acrescentou o chefe de Estado turco.

O porta-voz do Departamento de Estado, Mark Toner, recusou comentar a informação.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".