sicnot

Perfil

Mundo

Japão mantém ordem para intercetar mísseis após testes norte-coreanos

© KCNA KCNA / Reuters

O Japão vai manter indefinidamente a ordem de intercetar mísseis, de forma a estar preparado no caso de futuros lançamentos que ameacem a segurança do país, depois de novos testes norte-coreanos, informou hoje a televisão pública japonesa NHK.

Segundo as mesmas notícias, o Governo do primeiro-ministro Shinzo Abe está a ultimar os preparativos para manter efetiva a ordem, que normalmente só era emitida quando se detetava a preparação de um lançamento.

Com esta decisão, o Japão pode ter preparados em permanência os seus sistemas antimísseis, de acordo com fontes do governo consultadas pela NHK.

A decisão está, aparentemente, motivada pelos sucessivos testes de mísseis balísticos pela Coreia do Norte, que o Japão vê como uma ameaça para a sua segurança.

O lançamento mais recente ocorreu na quarta-feira, quando o regime norte-coreano lançou um míssil balístico de médio alcance a partir da sua costa sul-ocidental para as águas do Mar do Japão), assim como um segundo projétil que explodiu pouco depois do lançamento.

O Ministério da Defesa nipónico estima que o míssil lançado com sucesso tenha caído na água a 250 quilómetros da costa de Akita, no norte do arquipélago nipónico, uma zona económica exclusiva (ZEE) japonesa.

Lusa

  • "É muito importante que haja um cabal esclarecimento"
    0:37
  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Madeireiros sem emprego após incêndios
    2:57
  • Chamas no concelho de Torre de Moncorvo ameaçaram aldeia
    1:30

    País

    Dois incêndios no concelho de Torre de Moncorvo deram luta aos bombeiros na tarde de ontem e também durante toda a noite. As chamas estiveram muito próximas da aldeia de Cabanas de Cima, mas os bombeiros conseguiram desviar o fogo.