sicnot

Perfil

Mundo

Papa vai canonizar Madre Teresa de Calcutá em setembro

A beata Teresa de Calcutá vai ser canonizada no dia 4 de setembro, numa cerimónia presidida pelo papa Francisco na praça de São Pedro, anunciou o Vaticano.

A canonização, decretada por Francisco a 15 de março, vai integrar os atos religiosos previstos para o dia, além da missa que começará às 10h30 (09h30 em Lisboa).

Teresa de Calcutá, fundadora da Ordem das Missionárias da Caridade, vai ser canonizada um dia antes do 19.º aniversário da sua morte e durante o Ano Santo extraordinário da Misericórdia.

A canonização de Madre Teresa foi decidida depois de a Igreja católica ter aceitado, por unanimidade, a "cura extraordinária", por intercessão da futura santa, de um brasileiro, em 2008.

A aprovação pelo papa do segundo milagre, requisito fundamental para a canonização, encerrou o processo que levou à beatificação em 2003, durante o pontificado de João Paulo II, para quem Teresa de Calcutá era a "incansável benfeitora da humanidade".

Teresa de Calcutá, que se chamava Gonxha Bojaxhiu, nasceu em Skopke (na altura território albanês) a 26 de agosto de 1910 e morreu em Calcutá (Índia) a 5 de setembro de 1997. Foi proclamada beata a 19 de outubro de 2003, numa cerimónia presidida na praça de São Pedro, no Vaticano.

Lusa

  • "É mais um notável tiro no pé de Passos Coelho"
    4:04

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite, a polémica em torno de Pedro Passos Coelho, depois do presidente do PSD ter pedido desculpas por ter "usado informação não confirmada", ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. Sousa Tavares considera que Passos Coelho deu "mais um tiro no pé" e defende que o líder da oposição "está notoriamente desgastado" e "caminha para uma tragédia eleitoral autárquica".

    Miguel Sousa Tavares

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.