sicnot

Perfil

Mundo

Partido de Mandela reconhece derrota histórica em Port Elizabeth

© Reuters Staff / Reuters

O partido sul-africano ANC reconheceu hoje a derrota nas eleições municipais de Port Elizabeth, um revés histórico e sinal da perda de popularidade do partido que liderou a luta anti-apartheid e está no poder desde 1994.

Numa reviravolta irónica, o Congresso Nacional Africano (ANC na sigla em inglês), fundado por Nelson Mandela, sofreu a sua primeira grande derrota num município que desde 2001 se chama Nelson Mandela Bay - inclui as cidades de Port Elizabeth, Uitenhage e Despatch e as zonas rurais em redor.

"Aceitamos que perdemos", declarou hoje Jackson Mthembu, líder do ANC no Parlamento, reconhecendo a derrota do seu partido na grande cidade portuária do Oceano Índico.

Segundo os resultados divulgados pela Comissão eleitoral, conhecidos 98% dos votos na metrópole de Port Elizabeth, a Aliança Democrática (DA), principal partido da oposição, obteve 46,6% dos votos, contra 41% do ANC.

Esta vitória da DA poderá ser seguida de outras, em Joanesburgo e em Tshwane, metrópole que engloba a capital, Pretória.

Cerca de um terço dos boletins ainda estão por contar nestas cidades, mas a DA está dois pontos à frente do ANC em Tshwane e os dois partidos estão empatados em Joanesburgo.

"Sabemos que é uma disputa acirrada, mas asseguro-vos que vamos sair vitoriosos em Tshwane e vamos sair vitoriosos em Joanesburgo", disse Jackson Mthembu.

As eleições de quarta-feira, em que 26 milhões de eleitores eram chamados às urnas, decorreram sem incidentes graves, segundo a Comissão eleitoral.

Os resultados finais deverão ser conhecidos ao longo do dia de hoje.

Com cerca de 90% dos votos contados a nível nacional, o ANC está à frente, mas o partido teve o seu pior desempenho desde o fim do apartheid, há 22 anos.

O partido de Mandela tem até agora 54% dos votos, contra 62% nas últimas eleições autárquicas, em 2011.

Desde as primeiras eleições multirraciais, quando Mandela foi eleito presidente em 1994, o ANC nunca teve menos de 60% numas eleições.

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.