sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos sete mortos e dezenas de detidos em protestos na Etiópia

Sete pessoas morreram este sábado numa manifestação antigovernamental na Etiópia, na região de Oromia, dia em que os protestos chegaram à capital do país, Adis Abeba, onde dezenas de pessoas foram detidas pela polícia.

© Tiksa Negeri / Reuters

Os membros das duas principais etnias do país, os Oromo e Amhara, protestam há vários meses contra o Governo do país, acusando-o de discriminação a favor do grupo étnico Tigrayans, que acusam de ocupar posições chave no Executivo e nas forças de segurança.

Testemunhas citadas pela agência noticiosa France Presse relataram que pelo menos sete manifestantes morreram em Nemekte, no oeste do país, na região de Oromia.

Também hoje, dezenas de pessoas foram detidas numa concentração de cerca de 500 pessoas, com forte presença policial, na praça principal de Adis Abeba, gritando frases de protesto como "queremos a nossa liberdade" e "libertem os nossos presos políticos".

O primeiro-ministro da Etiópia, Haile Mariam Dessalegn, anunciou na sexta-feira a proibição de manifestações que "ameaçassem a unidade nacional" e apelou à polícia para usar todos os meios ao seu dispor para as prevenir.

Embora de dimensão pequena, o protesto de hoje foi o primeiro de um conjunto de manifestações promovidas pelos dois grupos étnicos - que representam cerca de 80% da população - a ocorrer na capital.

As autoridades da Etiópia admitem que pelo menos uma dezena de pessoas morreu em confrontos com a polícia devido a disputas territoriais nas últimas semanas.

Lusa

  • Eis os novos heróis de Vila de Aves
    3:03
  • Desportivo das Aves fora da Liga Europa

    Desporto

    O Desportivo das Aves não vai à Liga Europa e o Sporting terá entrada direta na fase de grupos. Apesar da conquista da Taça de Portugal, a equipa avense não se licenciou em tempo útil para poder participar na prova da UEFA, apurou a SIC.

  • E agora, Sporting? Semana de decisões e incertezas
    2:53
  • "Para primeiro dia de pesca da sardinha, não foi mau"
    2:19
  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29

    País

    José Sócrates garantiu este domingo que não atacará o PS e que continua a ser socialista. O antigo primeiro-ministro participou num almoço de apoio, em Lisboa, com cerca de 100 pessoas, a maioria anónimos.