sicnot

Perfil

Mundo

Grupo ligado à Al-Qaeda reivindica ataque que fez pelo menos 70 mortos no Paquistão

FAYYAZ AHMED

Setenta mortos e dezenas de feridos é o novo balanço do atentado cometido por um bombista suicida esta segunda-feira junto a um hospital no Paquistão, reivindicado por um grupo ligado à Al-Qaeda.

Uma fação paquistanesa do grupo radical islâmico Talibã reivindicou a responsabilidade pelo atentado.

A bomba explodiu quando 200 pessoas, incluindo muitos advogados e jornalistas, reuniam-se diante do do Hospital Civil de Quetta após o assassinato poucas horas antes do presidente da Ordem dos Advogados da província.

"O número chega a 70 mortos e 112 feridos", disse à imprensa Masoood Nausherwani, chefe dos Serviços de Saúde do Baluchistão, província cuja capital é Quetta.

Um porta-voz do Jamaatul Ahara, ligado aos talibãs, disse aos jornalistas, por correio eletrónico, que a sua fação "reivindica a responsabilidade" pelo ataque e ainda prometeu mais ataques "até a imposição de um regime islâmico no Paquistão".

Depois da explosão, as autoridades declararam o estado de emergência em todos os hospitais da cidade.

Nos últimos meses, vários advogados foram atacados na província do Baluchistão, região no sudoeste do Paquistão onde atuam grupos armados separatistas, que tomam como alvos as forças de segurança e outras instituições do Estado, além de fações talibãs e grupos extremistas islâmicos.

Há menos de uma semana, o advogado Jahanzeb Alvi foi assassinado por atacantes, que continuam por identificar. Em junho, o diretor da universidade de Direito, Amanullah Achakzai, foi morto a tiro.

Desde junho de 2014, as autoridades paquistanesas registaram uma diminuição do número de ataques, na sequência do início da operação antiterrorista das forças de segurança no noroeste do país.

Pelo menos 3.400 rebeldes e 488 militares morreram na operação, de acordo com a agência noticiosa espanhola EFE.

Lusa

  • Adeptos do Sporting gritaram "Joguem à bola"

    Desporto

    Depois da eliminação da Taça de Portugal, o autocarro do Sporting deixou o Estádio Municipal de Chaves em clima de grante tensão. Vários adeptos leoninos protestaram contra a equipa e pediram explicações.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Temperaturas negativas em várias zonas do país nos próximos dias
    1:57

    País

    O frio vai começar a fazer-se sentir nos próximos dias com as temperaturas a descerem para valores negativos em várias zonas do país. Em Lisboa, cinco estações de metro vão estar abertas durante a noite para albergar os sem-abrigo que também vão receber agasalhos e refeições quentes.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.