sicnot

Perfil

Mundo

Incêndio em Las Palmas afetou 6.8% da superfície da ilha

O incêndio florestal que começou há seis dias na ilha de Las Palmas, que só esta segunda-feira ficou estabilizado, afetou 6.8% da superfície da ilha, num total de 4.863,99 hectares, segundo as autoridades.

"O incêndio não está controlado, nem extinto", disse a ministra da Sustentabilidade do Governo das Canárias, Nieves Lady Barreto, numa conferência de imprensa.

A baixa considerável das temperaturas nas últimas horas, bem como o início de um nevoeiro, facilitaram a estabilização deste fogo, que afetou 2.396,70 hectares do município de El Paso; 1.621,22 em Fuencaliente; 816,71 hectares em Mazo e 29,36 em Los Llanos de Aridane.

A ministra anunciou que, a partir de terça-feira, está previsto um novo aumento das temperaturas, pelo que é preciso controlar o incêndio antes que comece a nova onda de calor anunciada para os próximos dias.

Indicou ainda que a população deve estar alertada para a possibilidade de existência de novos incêndios como este, que começou na quarta-feira na área rural de Jedey.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.