sicnot

Perfil

Mundo

Incêndio em Las Palmas afetou 6.8% da superfície da ilha

O incêndio florestal que começou há seis dias na ilha de Las Palmas, que só esta segunda-feira ficou estabilizado, afetou 6.8% da superfície da ilha, num total de 4.863,99 hectares, segundo as autoridades.

"O incêndio não está controlado, nem extinto", disse a ministra da Sustentabilidade do Governo das Canárias, Nieves Lady Barreto, numa conferência de imprensa.

A baixa considerável das temperaturas nas últimas horas, bem como o início de um nevoeiro, facilitaram a estabilização deste fogo, que afetou 2.396,70 hectares do município de El Paso; 1.621,22 em Fuencaliente; 816,71 hectares em Mazo e 29,36 em Los Llanos de Aridane.

A ministra anunciou que, a partir de terça-feira, está previsto um novo aumento das temperaturas, pelo que é preciso controlar o incêndio antes que comece a nova onda de calor anunciada para os próximos dias.

Indicou ainda que a população deve estar alertada para a possibilidade de existência de novos incêndios como este, que começou na quarta-feira na área rural de Jedey.

Lusa

  • O tempo para hoje
    0:56

    País

    O verão chega esta quinta-feira, dia em que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê aumento da instabilidade atmosférica com ocorrência de aguaceiros, por vezes fortes e de granizo, e trovoada.

  • Espanha e Portugal a um ponto dos oitavos

    Mundial 2018 / Irão

    A Espanha colocou-se esta quarta-feira a um ponto dos oitavos de final do Mundial 2018 e deixou Portugal em situação idêntica, ao vencer o Irão por 1-0, em jogo do grupo B, disputado em Kazan.

  • Os momentos que marcaram o 7.º dia de Mundial
    1:08
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Os momentos descontraídos dos jogadores
    1:54
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49