sicnot

Perfil

Mundo

Resolvida avaria que suspendeu voos da Delta Airlines

© George Frey / Reuters

A avaria informática que hoje esteve na origem da suspensão dos voos da Delta Airlines já está resolvida e a circulação aérea está a ser retomada pouco a pouco, anunciou a transportadora aérea dos Estados Unidos.

Os voos estão a ser retomados "de forma limitada", realçou a companhia, na sua página na Internet, reconhecendo que as anulações e os atrasos vão continuar, devido às mais de três horas de suspensão da circulação aérea.

A avaria técnica na origem do problema foi causada por um corte de energia no terminal-sede de Atlanta, no Estado da Geórgia (Sul),que bloqueou o sistema informático e operacional, por volta das 02:30 locais (07:30 em Lisboa).

A Delta reconheceu que poderá haver "cancelamentos em larga escala" durante o dia de hoje -- para o qual tinha programado 3.300 voos.

As falhas de energia não são raras na aviação, mas as desta dimensão costumam levar vários dias a serem resolvidas.

A Delta Airlines, fundada em 1929, é uma das principais transportadoras aéreas dos Estados Unidos, opera mais de 5.400 voos por dia e voa para 64 países.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22