sicnot

Perfil

Mundo

Sede da conferência episcopal ortodoxa grega atacada com cocktails molotov

​A sede da conferência episcopal ortodoxa grega, no centro de Atenas, foi alvo de um ataque com cocktails molotov na madrugada de hoje, num novo ataque contra edifícios daquela Igreja.

Segundo informação da polícia, o ataque com quatro bombas incendiárias causou também danos nos veículos que se encontravam estacionados no pátio do edifício.

A polícia está a investigar as identidades dos autores do ataque.

"Não se tolerará nenhum ato de violência", disse num comunicado a porta-voz do governo, Olga Gerovasili, que realçou que a constituição grega garante a liberdade religiosa e a prática da religião sem obstáculos e que o Estado salvaguarda esse direito.

O principal partido da oposição - o conservador Nova Democracia - atribuiu os ataques à ausência de uma convicção clara por parte do partido governamental, o Syriza, de esquerda, que, apesar disso, também condenou os ataques num comunicado.

"Condenamos inequivocamente o incêndio que teve lugar no Mosteiro Petrakis na madrugada de segunda-feira. Ações deste tipo levam a uma intensificação dos reflexos conservadores da sociedade", refere um comunicado do Syriza.

Nas últimas semanas houve vários ataques semelhantes contra igrejas ortodoxas do país, como por exemplo em Atenas, Salónica ou Creta, ainda que não tenham causado graves danos.

Estes ataques não foram reivindicados, mas as autoridades consideram poderem estar relacionados com o despejo de vários edifícios ocupados por ativistas pró-refugiados em Salónica, onde deram alojamento a um grupo de migrantes e refugiados durante meses.

Um destes edifícios era um orfanato que não era usado e que era propriedade da igreja ortodoxa grega. O seu despejo desencadeou um protesto na catedral de Salónica, após o qual foram detidas 26 pessoas.

Os ataques a igrejas por todo a Grécia começaram depois deste incidente.

Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.