sicnot

Perfil

Mundo

Turquia detém cidadã norte-americana na fronteira com a Síria

​As autoridades turcas detiveram uma cidadã norte-americana suspeita de tentar entrar ilegalmente naquele país a partir da província de Hatay, na fronteira com a Síria, divulgou o diário turco Sabah.

Segundo o jornal, a mulher ficou ferida na Síria e foi destacada, na sexta-feira, uma operação de resgate que envolveu cinco aviões não tripulados (drones) norte-americanos, dois aviões militares e um de transporte.

Os aparelhos foram enviados desde a base aérea de Incirlik, estrutura localizada na província de Adana (sul da Turquia) utilizada pela NATO e pela aviação norte-americana.

Dois helicópteros turcos que patrulhavam a província de Hatay também integraram o dispositivo da operação.

Mas, a operação de resgate da norte-americana não foi realizada com sucesso e a mulher foi encontrada sexta-feira à noite, na mesma fronteira, por uma patrulha militar turca e transportada para uma esquadra local, acrescentou o jornal turco.

O diário noticiou que a mulher era uma "agente norte-americana", mas o governador de Hatay, Ercan Topaca, afirmou no domingo em declarações a uma agência noticiosa turca que a suspeita é uma "jornalista norte-americana, detida por tentar atravessar a fronteira de forma ilegal".

"Foi levada a um juiz e vai permanecer em prisão preventiva. O processo vai prosseguir. Por agora não sabemos se ela é ou não é uma espia", disse Ercan Topaca, que identificou a mulher como Snell Lindsteyer, que reside legalmente na Turquia.

Uma fonte diplomática norte-americana, citada pela agência noticiosa espanhola EFE, esclareceu que o nome da cidadã norte-americana avançado pela imprensa turca está incorreto.

A mesma fonte recusou-se a dar muitos pormenores, confirmando apenas a presença de uma cidadã norte-americana naquela zona.

A fonte diplomática advertiu que muitos dos pormenores avançados pela imprensa turca "não têm como base a realidade".

"O que podemos dizer é que se trata de uma civil, não tem absolutamente nenhuma relação com o governo dos Estados Unidos", indicou, recusando-se a confirmar a detenção da cidadã.

A fonte diplomática concluiu que a mulher recebeu assistência no consulado em Adana, responsável pela área, e que continua em território turco.

Lusa

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa. A Direção-Geral de Saúde vai divulgar ainda esta terça-feira as normas de orientação clínica para que os médicos possam lidar da melhor maneira com este surto.

  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho