sicnot

Perfil

Mundo

Humanidade esgotou orçamento anual de recursos renováveis da Terra

© NASA NASA / Reuters

Ontem, dia 8 de agosto, a humanidade esgotou o orçamento anual dos recursos renováveis da Terra. O contas são da ONG Global Footprint Network, que refere que a partir de hoje estaremos a consumir mais recursos que aqueles que o planeta consegue renovar num ano.

Em 2015, a passagem desse limite foi a 13 de agosto. Para a organização, os principais fatores são o crescimento populacional, as crescentes emissões de carbono e a má gestão dos oceanos e florestas.

A cada ano que passa, consumimos com mais rapidez os recursos naturais que a Terra tem para nos oferecer. Em 1975, este orçamento ecológico anual do planeta durou até novembro.

A Global Footprint Network (CFN), Organização Não-Governamental dedicada à conservação da natureza e que é responsável pelo cálculo que estipula a data em que o orçamento ecológico anual se esgota, referiu em comunicado: "Emitimos mais dióxido de carbono para a atmosfera do que aquilo que os nossos oceanos e florestas podem absorver. Pescamos e colhemos mais e mais rapidamente do que aquilo que conseguimos reproduzir e fazer reflorescer".

Este cálculo considera a chamada “pegada ecológica”, que mede a quantidade em área de terra e água necessária para sustentar uma população, em relação à capacidade da biosfera de se regenerar. E essa conta não fecha pois para a manutenção da população global, com os níveis atuais de consumo, seria necessário o equivalente a 1,6 de planeta.

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22