sicnot

Perfil

Mundo

Tempestade Earl matou 45 pessoas no México

Reuters

A tempestade tropical Earl causou pelo menos 45 mortos no México no fim de semana passado, segundo um novo balanço oficial.

Este foi o temporal mais mortífero no país nos últimos três anos, disseram os responsáveis da proteção civil mexicana numa conferência de imprensa na segunda-feira à noite.

Além de chuva forte, a tempestade provocou muitos deslizamentos de terras, deixando povoações isoladas e tornando mais difícil as operações de resgate.

Por causa disso, as autoridades admitem que o número de vítimas pode ainda aumentar.

Entretanto, outra tempestade tropical (Javier) deverá tocar terra hoje no México, embora esteja a perder força há algumas horas.

O Presidente do México, Enrique Peña Nieto, expressou na segunda-feira solidariedade com as famílias das vítimas do Earl e pediu à população para se manter alerta por causa da passagem da tempestade Javier.

Em setembro de 2013, a passagem simultânea de dois furacões pelo México, um do Atlântico e outro do Pacífico, matou 157 pessoas.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.