sicnot

Perfil

Mundo

Tempestade Earl matou 45 pessoas no México

Reuters

A tempestade tropical Earl causou pelo menos 45 mortos no México no fim de semana passado, segundo um novo balanço oficial.

Este foi o temporal mais mortífero no país nos últimos três anos, disseram os responsáveis da proteção civil mexicana numa conferência de imprensa na segunda-feira à noite.

Além de chuva forte, a tempestade provocou muitos deslizamentos de terras, deixando povoações isoladas e tornando mais difícil as operações de resgate.

Por causa disso, as autoridades admitem que o número de vítimas pode ainda aumentar.

Entretanto, outra tempestade tropical (Javier) deverá tocar terra hoje no México, embora esteja a perder força há algumas horas.

O Presidente do México, Enrique Peña Nieto, expressou na segunda-feira solidariedade com as famílias das vítimas do Earl e pediu à população para se manter alerta por causa da passagem da tempestade Javier.

Em setembro de 2013, a passagem simultânea de dois furacões pelo México, um do Atlântico e outro do Pacífico, matou 157 pessoas.

Lusa

  • Dono de submarino é o único suspeito da morte de jornalista sueca
    1:51

    Mundo

    A polícia dinamarquesa confirmou que o corpo decapitado encontrado junto ao mar, perto de Copenhaga, é o da jornalista sueca desaparecida há mais de 10 dias. Kim Wall estava a fazer uma reportagem sobre um submarino artesanal com o criador, que é agora o principal suspeito do crime. Parte do corpo foi encontrada na segunda-feira e identificada através de exames de ADN.