sicnot

Perfil

Mundo

Vaticano abre processo contra padre condenado no Chile por pedofilia

A Congregação dos Legionários de Cristo no Chile informou que o Vaticano instruiu um processo canónico, que se realizará em Roma, "sobre as acusações apresentadas em sede eclesiástica" contra o padre irlandês John O'Reilly, acusado de abuso sexual.

Em comunicado divulgado na segunda-feira, a congregação refere que "recebeu a notícia recentemente de que a Congregação para a Doutrina da Fé institui um tribunal eclesiástico em Roma" que será o que vai tratar o caso.

Não foram avançadas datas para o início do julgamento ou a pena passível de ser aplicada.

O sacerdote O'Reilly, um dos mais influentes do Chile, próximo dos círculos empresariais e políticos, foi declarado culpado de abusos sexuais repetidos contra uma menor entre 2010 e 2012 numa escola em Santiago, onde era guia espiritual.

Foi condenado em novembro de 2014 a quatro anos de liberdade sob vigilância, depois dos quais será expulso do Chile.

Em março de 2015 o padre já tinha perdido a nacionalidade chilena que lhe tinha sido concedida em 2008.

O'Reilly reivindica inocência e nega as acusações que lhe foram imputadas, segundo um relatório recente da polícia no Chile.

A igreja chilena pediu publicamente perdão em abril de 2011 pelos casos de pedofilia que implicaram cerca de vinte padres.

Lusa

  • Um homem de 83 anos é a 42.ª vítima dos incêndios
    1:27

    País

    Subiu para 42 o número de vítimas mortais nos incêndios deste domingo. Um homem de 83 anos foi encontrado sem vida em Lugar de Covelo, em Vouzela. O número de feridos mantém-se, 14 estão em estado grave. A maior parte das mortes aconteceu no distrito de Coimbra (20) e Viseu (19). Segundo a Proteção Civil, já não há desaparecidos. Sete pessoas estavam dadas como desaparecidas e apenas uma foi encontrada sem vida. Um bebé de poucos meses tinha sido dado como morto, mas foi encontrado com vida.

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08