sicnot

Perfil

Mundo

Assassino em série conhecido como "Grim Sleeper" condenado à morte nos EUA

O assassino em série conhecido como "Grim Sleeper", que espalhou o medo em Los Angeles, nos Estados Unidos, durante duas décadas, foi esta quarta-feira condenado à morte por ter assassinado nove mulheres e uma adolescente.

Lonnie Franklin, de 63 anos, que ganhou o seu cognome macabro por ter deixado um intervalo de 13 anos entre os assassinatos, foi reconhecido, em maio, como culpado de 10 crimes de homicídio premeditado.

Foi também considerado culpado da tentativa de homicídio de Enietra Washington, que sobreviveu a um tiro e a ser atirada de uma viatura em andamento, no ano de 1988.

Durante o processo, de seis meses, os procuradores conseguiram ligar Franklin a outros cinco homicídios. Várias fotos de mulheres desaparecidas foram encontradas na sua casa pelos investigadores, que estimam que ele pode ter sido o autor de dezenas de outros assassinatos.

Franklin vai voltar para o corredor da morte californiano, o mais populoso dos Estados Unidos, com cerca de 750 condenados.

O Estado da Califórnia não avançou com nenhuma execução desde que a moratória foi instaurada, em 2006, devido a processos disciplinares ligadas às injeções letais.

Dale Athertton, um dos advogados de Franklin, afirmou que o caso será automaticamente alvo de recurso e que poderá depois ser levado ao Supremo Tribunal.

Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.