sicnot

Perfil

Mundo

Assassino em série conhecido como "Grim Sleeper" condenado à morte nos EUA

O assassino em série conhecido como "Grim Sleeper", que espalhou o medo em Los Angeles, nos Estados Unidos, durante duas décadas, foi esta quarta-feira condenado à morte por ter assassinado nove mulheres e uma adolescente.

Lonnie Franklin, de 63 anos, que ganhou o seu cognome macabro por ter deixado um intervalo de 13 anos entre os assassinatos, foi reconhecido, em maio, como culpado de 10 crimes de homicídio premeditado.

Foi também considerado culpado da tentativa de homicídio de Enietra Washington, que sobreviveu a um tiro e a ser atirada de uma viatura em andamento, no ano de 1988.

Durante o processo, de seis meses, os procuradores conseguiram ligar Franklin a outros cinco homicídios. Várias fotos de mulheres desaparecidas foram encontradas na sua casa pelos investigadores, que estimam que ele pode ter sido o autor de dezenas de outros assassinatos.

Franklin vai voltar para o corredor da morte californiano, o mais populoso dos Estados Unidos, com cerca de 750 condenados.

O Estado da Califórnia não avançou com nenhuma execução desde que a moratória foi instaurada, em 2006, devido a processos disciplinares ligadas às injeções letais.

Dale Athertton, um dos advogados de Franklin, afirmou que o caso será automaticamente alvo de recurso e que poderá depois ser levado ao Supremo Tribunal.

Lusa

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.