sicnot

Perfil

Mundo

EUA prometem mais 33 milhões de euros para vítimas do Boko Haram

© Luc Gnago / Reuters

Os Estados Unidos vão ajudar com mais 37 milhões de dólares (33 milhões de euros) as populações da região do lago Chade, vítimas da revolta do grupo extremista nigeriano Boko Haram, anunciaram esta quarta-feira diplomatas norte-americanos.

"O Governo norte-americano, através da sua agência de ajuda ao desenvolvimento USAID, dará mais 37 milhões de dólares em complemento da ajuda humanitária que já está a ser disponibilizada" na região, indica um comunicado da missão diplomática dos Estados Unidos da América em Abuja, precisando que o dinheiro se destina sobretudo aos habitantes de Diffa, no sul do Níger.

Washington já disponibilizou 318 milhões de dólares (284,7 milhões de euros) desde 2015 para apoio humanitário na região.

Nas últimas semanas, numerosas organizações não-governamentais pediram uma "mobilização em massa" dos doadores para enfrentar um "desastre humanitário", nomeadamente no Estado de Borno, no nordeste da Nigéria, segundo os Médicos Sem Fronteiras.

"Há grande urgência" para "manter vivas as pessoas" na região do lago Chade, disse Toby Lanzer, coordenador humanitário regional da ONU para o Sahel, quando estimativas do Fundo das Nações Unidas para a Infância indicam que perto de 50.000 crianças se arriscam a morrer de fome até ao fim do ano.

Os EUA são os maiores contribuidores na zona. A semana passada a Comissão Europeia anunciou que a União Europeia juntará 12,5 milhões de euros aos 58 milhões prometidos em meados de julho.

O Boko Haram pretende instaurar um Estado islâmico no norte da Nigéria, maioritariamente muçulmana ao contrário do sul, de maioria cristã.

A sua revolta já causou mais de 20.000 mortos e obrigou mais de 2,6 milhões a deixarem as suas casas, depois de ter começado em 2009 no nordeste da Nigéria, estendendo-se depois ao Níger, ao Chade e aos Camarões.

Lusa

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • "O ministro não escondeu nem tapou"
    1:20

    Economia

    Pedro Santana Lopes falou pela primeira vez sobre a auditoria feita à Santa Casa no período em que foi provedor. Esta terça-feira, na SIC Notícias, Santana Lopes desvalorizou as irregularidades e defendeu o ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, Vieira da Silva.

    Pedro Santana Lopes

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois de terem desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • Marinha resgata 138 migrantes ao largo de Lampedusa

    País

    A fragata da Marinha portuguesa D. Francisco de Almeida resgatou esta terça-feira, ao largo da ilha de Lampedusa, em Itália, 138 migrantes, entre eles 15 mulheres e oito bebés, disse à Lusa fonte do Estado-Maior-General das Forças Armadas.

  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17