sicnot

Perfil

Mundo

ONU alerta para impacto negativo da publicidade nas crianças

© Tyrone Siu / Reuters

​A publicidade dirigida às crianças poderá induzir desde idades muito precoces a comportamentos de consumo excessivo e endividamento no futuro, afirmaram hoje especialistas da ONU depois de analisarem a informação sobre o assunto.

"As mensagens comerciais que têm o potencial de formar nas crianças comportamentos financeiros e de consumo a longo prazo são cada vez mais numerosas e o seu alcance tem aumentado", afirmaram, numa declaração conjunta, os especialistas da ONU em dívida externa e direitos humanos, Juan Pablo Boholavsky, e sobre o direito à saúde, Dainius Puras.

Por ocasião do Dia Internacional da Juventude, que se celebra esta sexta-feira, ambos os especialistas questionaram os efeitos da publicidade nas crianças e concluíram que esta pode induzir a comportamentos irracionais e responder a estímulos para comprar produtos desnecessários.

Apontaram ainda o exemplo da publicidade que promove o consumo de comida com alto teor de açúcar e escasso valor nutricional, que prejudica a saúde e cujas consequências podem durar toda a vida.

Por isso, Boholavsky e Puras pediram aos governos que proíbam a publicidade, promoção e patrocínio por parte dos produtores de álcool, tabaco e alimentos pouco saudáveis nas escolas e em eventos desportivos infantis, assim como em outros lugares onde possam estar crianças.

Brasil, Canadá, Dinamarca e Noruega restringiram certas formas de publicidade dirigidas a menores.

Lusa

  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.