sicnot

Perfil

Mundo

Turquia acusa UE de "encorajar" golpistas

SEDAT SUNA

A Turquia acusou hoje a União Europeia de "encorajar" os envolvidos na tentativa de golpe de 15 de julho, acentuando a tensão nas relações com a UE.

O ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Mevlut Cavusoglu, afirmou hoje que a confiança do povo turco na UE "infelizmente baixou" após o golpe porque a União "chumbou o teste".

"Deixem-me dizê-lo abertamente, a UE adotou uma posição favorável ao golpe (e) encorajou os golpistas", disse o ministro num encontro com a imprensa em Ancara.

Segundo Cavusoglu, o apoio dos turcos à UE, a que a Turquia pretende aderir desde os anos 1960, baixou 20% após a tentativa de golpe.

As relações entre Bruxelas e Ancara deterioraram-se com a repressão lançada pela Turquia após a tentativa de golpe, com a detenção e demissão de dezenas de milhares de pessoas do exército, justiça e educação.

Bruxelas pediu a Ancara que respeite o Estado de Direito e condenou a sugestão de Erdogan de reintroduzir a pena de morte, abolida em 2004 no âmbito das reformas exigidas para uma futura adesão à UE, e Ancara criticou Bruxelas por não ter enviado nenhum responsável europeu à Turquia após o golpe.

Lusa

  • "O golpe de Estado na Turquia foi um ataque à ordem constitucional"
    10:47

    Mundo

    Numa entrevista dada ao comentador da SIC Nuno Rogeiro, a embaixadora da Turquia em Lisboa sublinhou a importância do encontro entre Erdogan e Putin para a normalização das relações entre Ancara e Moscovo, abaladas pelo episódio do avião militar russo abatido pela Turquia. Ebru Gokdenizler falou também da tentativa de golpe de Estado de 15 de julho. Para a embaixadora não restam dúvidas de quem tentou derrubar o regime turco.

  • Erdogan volta a defender reinstauração da pena de morte na Turquia
    0:34

    Mundo

    O Presidente turco voltou este domingo a acenar com a ameaça de reinstaurar a pena de morte no país. Erdogan falava perante centenas de milhares de pessoas que gritavam "pena de morte", concentradas no centro de Istambul, responderam em massa nas ruas ao apelo do Governo à mobilização popular após a tentativa falhada de golpe de estado em julho.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.