sicnot

Perfil

Mundo

Turquia acusa UE de "encorajar" golpistas

SEDAT SUNA

A Turquia acusou hoje a União Europeia de "encorajar" os envolvidos na tentativa de golpe de 15 de julho, acentuando a tensão nas relações com a UE.

O ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Mevlut Cavusoglu, afirmou hoje que a confiança do povo turco na UE "infelizmente baixou" após o golpe porque a União "chumbou o teste".

"Deixem-me dizê-lo abertamente, a UE adotou uma posição favorável ao golpe (e) encorajou os golpistas", disse o ministro num encontro com a imprensa em Ancara.

Segundo Cavusoglu, o apoio dos turcos à UE, a que a Turquia pretende aderir desde os anos 1960, baixou 20% após a tentativa de golpe.

As relações entre Bruxelas e Ancara deterioraram-se com a repressão lançada pela Turquia após a tentativa de golpe, com a detenção e demissão de dezenas de milhares de pessoas do exército, justiça e educação.

Bruxelas pediu a Ancara que respeite o Estado de Direito e condenou a sugestão de Erdogan de reintroduzir a pena de morte, abolida em 2004 no âmbito das reformas exigidas para uma futura adesão à UE, e Ancara criticou Bruxelas por não ter enviado nenhum responsável europeu à Turquia após o golpe.

Lusa

  • "O golpe de Estado na Turquia foi um ataque à ordem constitucional"
    10:47

    Mundo

    Numa entrevista dada ao comentador da SIC Nuno Rogeiro, a embaixadora da Turquia em Lisboa sublinhou a importância do encontro entre Erdogan e Putin para a normalização das relações entre Ancara e Moscovo, abaladas pelo episódio do avião militar russo abatido pela Turquia. Ebru Gokdenizler falou também da tentativa de golpe de Estado de 15 de julho. Para a embaixadora não restam dúvidas de quem tentou derrubar o regime turco.

  • Erdogan volta a defender reinstauração da pena de morte na Turquia
    0:34

    Mundo

    O Presidente turco voltou este domingo a acenar com a ameaça de reinstaurar a pena de morte no país. Erdogan falava perante centenas de milhares de pessoas que gritavam "pena de morte", concentradas no centro de Istambul, responderam em massa nas ruas ao apelo do Governo à mobilização popular após a tentativa falhada de golpe de estado em julho.

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.