sicnot

Perfil

Mundo

Noivos trocam alianças suspensos em ponte de vidro

China News Service

Poucas vezes a expressão "love is i the air", em português "o amor está no ar", terá feito tanto sentido. Um casal escolheu celebrar o matrimónio suspenso no ar, a partir da célebre ponte de vidro de Shiniuzhai, em Pingjiang, na província chinesa de Hunan.

O Dia de São Valentim ou Dia dos Namorados é comemorado na China a 9 de agosto e foi esse o dia escolhido pelos jovens enamorados chineses para celebrar o seu casamento. A notícia foi avançada pela China News Service.

Apesar de estarem suspensos a 180 metros de altitude, a noiva e o noivo ainda conseguiram sorrir para as câmaras.

Os convidados assistiram à cerimónia a partir da ponte de vidro, inaugurada em outubro do ano passado. A estrutura foi construída a 180 metros de altura, tem 300 metros de comprimento e liga dois picos rochosos do parque geológico de Shiniuzhai. A ponte era originalmente de madeira mas acabou por ser construída em vidro, o que a transformou num ponto de grande atração turística.

Depois desta obra, já foi inaugurada na China uma segunda ponte de vidro, mais alta e comprida, no grande desfiladeiro de Zhangjiajie. Tem 393 metros de extensão, está suspensa a 360 metros de altura e foi construída com painéis de vidro com múltiplas camadas, o que a torna suficientemente segura para permitir a circulação automóvel.

Há poucas semanas, cinco casais escolheram também a ponte de Shiniuzhai para trocar alianças, mas em todos esses casos, os noivos não se arriscaram a tirar os pés da estrutura de vidro.

  • China testa ponte de vidro com martelos e carro de 2 toneladas

    Mundo

    Depois de 20 voluntários baterem à martelada contra o vidro da maior ponte de vidro do mundo, na China, um veículo SUV de duas toneladas e com 11 passageiros andou sobre os panéis rachados. Tudo, para que fique comprovada a segurança da estrutura, no Parque Nacional de Zhangjiajie.

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.