sicnot

Perfil

Mundo

Porsche chama mais de mil veículos à revisão na China

Reuters

Uma empresa chinesa de importação e exportação de veículos chamou à revisão 1.236 automóveis da marca Porsche, devido a uma falha no pedal de travão, informaram as autoridades do país.

A medida afeta os veículos da empresa alemã, fabricados entre julho de 2013 e fevereiro de 2016, detalhou a Administração Geral de Supervisão e Inspeção de Qualidade e Quarentena da China, sem detalhar quais os modelos afetados.

"A mola de compressão do pedal nos veículos poderia soltar-se, durante a condução, causando grandes riscos à segurança", assinalou o organismo.

A China tornou-se, no ano passado, o principal mercado da Porsche, com as vendas a aumentarem 24%, face a 2014, para 58 mil unidades - mais de um quinto dos 225 mil automóveis que a marca alemã vendeu globalmente.

Esta foi a segunda chamada à revisão de uma marca de automóveis de luxo, na China, no espaço de dois dias.

Na quarta-feira, a marca italiana Ferrari anunciou que vai chamar à revisão 621 veículos na China, devido a falhas nos dispositivos de airbag.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.