sicnot

Perfil

Mundo

Turquia anula licenças de ensino de 27 mil professores por alegadas ligações a Gulen

© Umit Bektas / Reuters

O Governo turco anulou as licenças de ensino de 27.424 professores do privado por considerar que mantêm ligações à confraria de Fethullah Gulen, acusado de instigar a tentativa de golpe de Estado de 15 de julho.

A medida foi primeiro noticiada pelo jornal Hurriyet e depois confirmada pelo ministro da Educação, Ismet Yilmaz, segundo o qual o Governo pretende encerrar todas as instituições de ensino vinculadas a "estruturas do Estado paralelo", referindo-se à confraria.

"Nas escolas vinculadas às estruturas do Estado paralelo há 138.000 alunos. Vamos transferi-los (...). A nossa prioridade é que as crianças não sejam prejudicadas e tomaremos todas as medidas com esse fim", disse o ministro à imprensa.

O responsável anunciou também a contratação de 15.000 professores substitutos.

O afastamento destes 27.424 professores do setor privado ocorre depois de o Governo ter suspendido 15.200 professores do público, segundo números oficiais divulgados na semana passada.

O total de funcionários suspensos em relação com a tentativa de golpe ascende a cerca de 70.000.

Lusa

  • Presidente turco instaura estado de emergência para "erradicar" opositores
    1:43

    Mundo

    O Presidente turco instaurou esta noite o estado de emergência com uma duração de três meses. Erdogan justifica a decisão com a necessidade de tomar medidas rápidas e eficazes. O objectivo é atacar o movimento inspirado no clérigo Fethullah Gulen, exilado nos Estados Unidos, e que Ancara considera ser um dos mentores da tentativa de golpe de estado.

  • Erdogan exige a extradição de Gulen

    Mundo

    Numa entrevista exclusiva que o Presidente da Turquia deu à televisão norte-americana CNN, no Palácio Presidencial de Istambul, o líder turco exigiu a extradição do clérigo Fethullah Gülen, que acusa de estar por detrás da tentativa de golpe de Estado da passada sexta-feira.

  • "Esses atos opressivos não beneficiam o presidente deste país"
    1:59

    Mundo

    Numa entrevista à Associated Press, Fethullah Gulen diz que o Presidente turco orquestrou uma farsa para alcançar determinados objectivos políticos. O clérigo muçulmano, acusado pelo regime turco de estar por detrás do golpe de estado falhado na Turquia, nega qualquer envolvimento nos acontecimentos de sexta-feira.

  • Marcar cedo e resistir (ou como Portugal venceu Marrocos)

    Mundial 2018 / Portugal

    A seleção nacional alcançou hoje a primeira vitória no Mundial 2018, frente a Marrocos, em Moscovo. Cristiano Ronaldo (outra vez) marcou logo aos quatro minutos. Depois, Portugal pouco mais fez senão aguentar as investidas dos marroquinos, que ficam desde já afastados dos oitavos de final.

  • Fernando Santos dá um puxão de orelhas à equipa
    1:57
  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • Ronaldo, o motivador
    3:23
  • Os "memes" do desempenho de Cristiano Ronaldo frente a Marrocos
    1:25
  • Cristiano Ronaldo: o melhor do jogo, o melhor do Mundial, o melhor do mundo

    Mundial 2018 / Portugal

    Apesar da prestação de Rui Patrício na defesa da baliza lusa, Cristiano Ronaldo foi eleito o homem do jogo, pela segunda vez consecutiva, depois de marcar o golo que deu a vitória a Portugal frente a Marrocos. O capitão português ofereceu à equipa os três pontos essenciais para a eventual passagem aos oitavos de final. Mas Ronaldo não fica por aqui. Contas feitas, CR7 é o melhor marcador do Mundial (4 golos em 2 jogos) e já marcou 85 golos por Portugal, feito nunca antes alcançado nem por Eusébio nem por Pauleta. No auge dos 33 anos, há quem diga que Ronaldo "é como o vinho do Porto". Será que ainda vai chegar à marca dos 100? Parece que, para o CR7, nada é impossível.

  • Parecia que Rui Patrício tinha cola nas luvas
    5:40
  • Os momentos descontraídos dos jogadores que estão no Mundial
    1:54
  • Selecionador de Marrocos queixa-se da arbitragem
    1:41
  • Georgina Rodriguez assistiu ao jogo de Portugal e acenou a Ronaldo
    1:05
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49