sicnot

Perfil

Mundo

Turquia anula licenças de ensino de 27 mil professores por alegadas ligações a Gulen

© Umit Bektas / Reuters

O Governo turco anulou as licenças de ensino de 27.424 professores do privado por considerar que mantêm ligações à confraria de Fethullah Gulen, acusado de instigar a tentativa de golpe de Estado de 15 de julho.

A medida foi primeiro noticiada pelo jornal Hurriyet e depois confirmada pelo ministro da Educação, Ismet Yilmaz, segundo o qual o Governo pretende encerrar todas as instituições de ensino vinculadas a "estruturas do Estado paralelo", referindo-se à confraria.

"Nas escolas vinculadas às estruturas do Estado paralelo há 138.000 alunos. Vamos transferi-los (...). A nossa prioridade é que as crianças não sejam prejudicadas e tomaremos todas as medidas com esse fim", disse o ministro à imprensa.

O responsável anunciou também a contratação de 15.000 professores substitutos.

O afastamento destes 27.424 professores do setor privado ocorre depois de o Governo ter suspendido 15.200 professores do público, segundo números oficiais divulgados na semana passada.

O total de funcionários suspensos em relação com a tentativa de golpe ascende a cerca de 70.000.

Lusa

  • Presidente turco instaura estado de emergência para "erradicar" opositores
    1:43

    Mundo

    O Presidente turco instaurou esta noite o estado de emergência com uma duração de três meses. Erdogan justifica a decisão com a necessidade de tomar medidas rápidas e eficazes. O objectivo é atacar o movimento inspirado no clérigo Fethullah Gulen, exilado nos Estados Unidos, e que Ancara considera ser um dos mentores da tentativa de golpe de estado.

  • Erdogan exige a extradição de Gulen

    Mundo

    Numa entrevista exclusiva que o Presidente da Turquia deu à televisão norte-americana CNN, no Palácio Presidencial de Istambul, o líder turco exigiu a extradição do clérigo Fethullah Gülen, que acusa de estar por detrás da tentativa de golpe de Estado da passada sexta-feira.

  • "Esses atos opressivos não beneficiam o presidente deste país"
    1:59

    Mundo

    Numa entrevista à Associated Press, Fethullah Gulen diz que o Presidente turco orquestrou uma farsa para alcançar determinados objectivos políticos. O clérigo muçulmano, acusado pelo regime turco de estar por detrás do golpe de estado falhado na Turquia, nega qualquer envolvimento nos acontecimentos de sexta-feira.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47