sicnot

Perfil

Mundo

Tubarão vive até aos 400 anos nas profundezas do Ártico

As águas gélidas do Ártico contribuem para o lento desenvolvimento dos tubarões da Gronelândia.

Julius Nielsen/Science

O tubarão da Gronelândia pode viver 400 anos ou mais nas profundezas do oceano Ártico. É o vertebrado com a maior esperança de vida de que há conhecimento.

Um tubarão da Gronelândia que hoje tenha cerca de 400 anos "assistiu" à formulação da teoria da gravidade de Isaac Newton, à revolução na astronomia por Galileu Galilei, à chegada do navio Mayflower ao Novo Mundo, foi contemporâneo de D. Sebastião.

É o atual campeão da longevidade entre os vertebrados, até agora detido pela tartaruga das Galápagos - 170 anos - e pela baleia da Gronelândia - 211 anos.

Mas ainda não vence o molusco bivalve Arctica islandica, que pode chegar aos 507 anos.

O tubarão da Gronelândia - Somniosus microcephalus - é o maior peixe que habita nas águas do Ártico, cresce um centímetro por ano e atinge a maturidade sexual ao fim de 150 anos. Será este lento desenvolvimento que contribui para a longevidade.

Um tubarão da Gronelândia capturado acidentalmente

Um tubarão da Gronelândia capturado acidentalmente

Julius Nielsen/Science

As conclusões foram obtidas ao estudar tubarões capturados acidentalmente e publicadas na revista Science. Foram feitas análises ao carbono 14 aos globos oculares dos animais e os cientistas conseguiram obter informação sobre a idade dos espécimes encontrando vestígios de radiação atómica nos tecidos, vestígios resultantes dos testes nucleares realizados nos anos 1950.

Os dois maiores tubarões estudados mediam 4,93 metros e 5,02 metros de comprimento. Tinham cerca de 335 anos e 392 anos respetivamente.

  • Adeptos do Sporting gritaram "Joguem à bola"

    Desporto

    Depois da eliminação da Taça de Portugal, o autocarro do Sporting deixou o Estádio Municipal de Chaves em clima de grante tensão. Vários adeptos leoninos protestaram contra a equipa e pediram explicações.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Temperaturas negativas em várias zonas do país nos próximos dias
    1:57

    País

    O frio vai começar a fazer-se sentir nos próximos dias com as temperaturas a descerem para valores negativos em várias zonas do país. Em Lisboa, cinco estações de metro vão estar abertas durante a noite para albergar os sem-abrigo que também vão receber agasalhos e refeições quentes.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.