sicnot

Perfil

Mundo

Uso do burkini banido das praias de Cannes

© TIM WIMBORNE / Reuters (Arquivo)

As autoridades locais de Cannes, no sul de França, proibiram o uso burkini, fato-de-banho islâmico que tapa totalmente o corpo. A decisão de banir a utilização do burkini das praias de Cannes baseia-se no facto desta peça de roupa "ser um símbolo do extremismo islâmico", explicou o presidente da Câmara, David Lisnard.

O autarca esclareceu também que França tem sido alvo de vários atentados de grupos islâmicos e que, por isso, é necessário tomar medidas para travar comportamentos extremistas, que possam de alguma forma estar associados ao terrorismo.

França está em alerta máximo depois do ataque em Nice, também no sul do país, a 14 de julho, que provocou a morte de 84 pessoas.

De acordo com a medida aprovada em Cannes, quem transgredir a lei que proíbe o uso do burkini terá de pagar uma multa de 38€. Antes disso, as autoridades dão a quem violar a regra a possibilidade de sair da praia ou trocar de fato-de-banho.

A medida foi aprovada em Cannes no final de julho e até agora ninguém foi detido na sequência da nova legislação.

Esta já não é a primeira vez que o uso de uma peça de roupa feminina usada pelas mulheres muçulmanas é proibida em França. Em 2011, a burka, que cobre totalmente o rosto e o corpo, e o niqab, que tapa parcialmente a face, passaram a ser interditas no país, o primeiro da Europa a avançar com estas proibições.

Um parque aquático privado próximo de Marselha, no sul do país, proibiu esta semana o "dia do burkini", uma iniciativa de uma associação de mulheres muçulmanas. A forte polémica e medo de "perturbações da ordem pública" justificaram a decisão.

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.