sicnot

Perfil

Mundo

Vladimir Putin substitui chefe da administração presidencial da Rússia

O Presidente russo Vladimir Putin (ao centro) num encontro com Sergei Ivanov (esquerda) e Anton Vaino (direita), Moscovo, Rússia.

© Sputnik Photo Agency / Reuter

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, decretou esta sexta-feira uma importante alteração na sua equipa, ao substituir o chefe da administração presidencial, Sergei Ivanov, pelo ex-diplomata Anton Vaino, deputado desde 2012.

Ivanov vai ser representante especial do Presidente russo em assuntos de ambiente e transportes e vai manter o seu lugar como membro do Conselho de Segurança da Rússia.

Vladimir Putin disse que tomou a decisão para honrar um acordo com Ivanov há alguns anos: "Recordo-me bem do nosso acordo sobre o facto de ter pedido para não ficar nesta área de trabalho como chefe da administração presidencial por mais do que quatro anos", disse.

Sergei Ivanov - que trabalhou com Vladimir Putin nos serviços secretos soviéticos (KGB) e foi ministro da Defesa da Rússia entre 2001 e 2007 - era chefe da administração do Kremlin há quatro anos e oito meses, tendo assumido o cargo antes das eleições de 2012, em que Putin passou, pela segunda vez, de primeiro-ministro a Presidente.

Putin disse que espera que o novo chefe da administração, Anton Vaino, continue o trabalho eficaz e que faça todos os possíveis para que "haja menos burocracias vãs e mais conteúdos concretos", enquanto Ivanov considerou que o substituto tem todas as qualidades necessárias.

Esta é uma alteração ao mais alto nível no Kremlin há vários anos e acontece duas semanas depois de Putin mexer nos cargos dos responsáveis regionais, que certos observadores consideram como uma maneira de assegurar votos nas próximas eleições.

A um mês das eleições parlamentares e a dois anos de novas eleições presidenciais, a Rússia tenta recuperar de uma grave crise económica causada pelas sanções económicas e comerciais ocidentais desde 2014 devido à tensão com a Ucrânia.

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.