sicnot

Perfil

Mundo

Morreu um dos feridos do ataque a um comboio na Suíça

Morreu um dos feridos do ataque a um comboio na Suíça

Uma mulher de 34 anos morreu na sequência do ataque num comboio na Suíça. Uma menina de 6 anos e uma jovem de 17 estão entre a vida e a morte. Tudo aconteceu quando, este sábado, um cidadão suíço de 27 anos esfaqueou e queimou várias pessoas durante uma viagem ao longo da fronteira com o Liechtenstein. O atacante também foi transportado para o hospital, onde acabou por morrer esta manhã. Foi iniciada uma investigação, mas para já a polícia desconhece os motivos do ataque.

  • Ataque em comboio na Suíça faz seis feridos

    Mundo

    Um homem incendiou este sábado uma carruagem de um comboio na Suíça utilizando um líquido inflamável e também esfaqueou passageiros, ferindo seis pessoas, incluindo uma criança de seis anos, informou a polícia. O homem, um cidadão suíço de 27 anos, realizou o ataque num comboio que circulava no leste da Suíça, na fronteira com o Liechtenstein, e também ficou ferido, indicou num comunicado a polícia regional de St. Gallen.

  • Assembleia-geral do Sporting marcada para 23 de junho
    2:57
  • Congresso do PS começa hoje na Batalha

    País

    O 22.º Congresso do PS começa hoje, na Batalha, distrito de Leiria, e durante o qual o secretário-geral, António Costa, deverá defender uma linha de continuidade estratégica, procurando, em simultâneo, projetar desafios estruturais que se colocam ao país.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • Juiz impede acesso a informações bancárias e e-mails de António Mexia
    1:50

    País

    No inquérito crime que investiga a EDP, continua um braço de ferro entre o Ministério Público e o juiz de instrução. O magistrado voltou a negar o acesso a informações bancárias e a e-mails de António Mexia, que constavam dos processos da Operação Marquês e do universo Espírito Santo.

  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC