sicnot

Perfil

Mundo

Amnistia Internacional diz que EUA vão libertar 15 detidos de Guantánamo

A Amnistia Internacional (AI) anunciou esta segunda-feira que os Estados Unidos vão libertar 15 detidos da prisão de Guantánamo, criada para manter os prisioneiros da "guerra contra o terrorismo", depois do 11 de setembro de 2001.

O Pentágono declinou comentar esta informação avançada pela organização de defesa dos direitos humanos, que, por sua vez, precisou ainda não ter visto o anúncio do Departamento de Defesa dos Estados Unidos.

Se a informação for confirmada, permanecerão 61 detidos na prisão, criada quando George W. Bush era presidente dos Estados Unidos.

O atual presidente norte-americano, Barack Obama, prometeu encerrar a prisão em 2009, mas isso não aconteceu até agora, apesar de as libertações terem acelerado nos últimos tempos.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14