sicnot

Perfil

Mundo

Chinesa sobreviveu 38 horas dentro de água

A mulher foi avistada por pescadores perto da costa de Zhoushan, e resgatada "apenas com algumas feridas no braço".

© Erik de Castro / Reuters

Uma chinesa, que caiu ao mar durante um cruzeiro entre a China e o Japão, foi salva após passar 38 horas dentro de água, a nadar e flutuar, informou hoje o jornal oficial China Daily.

A mulher de 32 anos, que o jornal identifica como Wang, chegou mesmo a dormir algumas horas enquanto flutuava na água, asseguram os médicos que a examinaram após o resgate.

Wang viajava de barco com os seus pais, que deram pelo seu desaparecimento na noite de quarta-feira, dia 10 de agosto, após esta ter dito que ia passear sozinha pelo convés.

Após anunciado o desaparecimento, 100 voluntários realizaram buscas dentro da embarcação, e ao não encontrar a mulher, assumiram que esta teria caído do barco e deram-na como falecida, devido à altura do convés (20 metros).

Dois dias depois, o pai de Wang recebeu uma chamada a anunciar que a sua filha tinha acabado de ser resgatada.

"Só quando ouvi a voz da milha filha é que acreditei que estava viva? É um milagre!", disse, em declarações ao jornal chinês The Paper.

A mulher foi avistada por pescadores perto da costa de Zhoushan, no litoral da província de Zhejiang, costa leste da China, e resgatada, "apenas com algumas feridas no braço", segundo disse um dos homens que participou do salvamento.

A mulher disse que caiu ao mar quando se apoiava num corrimão.

Lusa

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06
  • Menos casos de sida em Portugal
    1:44