sicnot

Perfil

Mundo

Terra treme perto de Fukushima

Japão, 11 de março de 2011: um sismo de magnitude 9 seguido de um tsunami devastou a região de Tohoku (nordeste), fazendo quase 19.000 mortos e provocando um grave acidente nuclear na central de Fukushima.

© Yomiuri Yomiuri / Reuters

Um sismo de magnitude 5,6 foi hoje registado ao largo de Fukushima, no Japão, sem ativar o alerta de tsunami, anunciou a agência japonesa de meteorologia.

O abalo foi sentido até Tóquio e ocorreu no mar, com epicentro a cerca de 28 quilómetros de profundidade, precisou o Serviço Geológico dos Estados Unidos, que monitoriza a atividade sísmica em todo o mundo.

A companhia de eletricidade Tokyo Electric Power (Tepco), o operador da central Fukushima Daiichi, não observou qualquer impacto imediato nas instalações, segundo um porta-voz citado pela AFP, acrescentando que estão em curso "verificações".

Estas instalações nucleares foram destruídas em março de 2011 por um tsunami provocado por um forte tremor de terra.

O Japão, situado na junção de quatro placas tectónicas, regista mais de 20% do total dos sismos em todo o mundo e em abril foi atingido por um conjunto de tremores de terra na região de Kumamoto, no sudoeste do país, que provocaram cerca de 50 mortos.

Lusa

  • Morreu o companheiro de Nelson Mandela

    Mundo

    Ahmed Kathrada, activista e ícone sul-africano que lutou ao lado de Mandela contra o "apartheid" morreu hoje aos 87 anos, informou a fundação de caridade Kathrada.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23
  • Vidas Suspensas: Delfim 353
    29:30
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.