sicnot

Perfil

Mundo

EUA transferem 15 presos de Guantánamo para os Emirados Árabes Unidos

Quinze presos da prisão de Guantánamo foram transferidos para os Emirados Árabes Unidos, sendo o maior grupo libertado nos últimos anos, anunciou o Pentágono.

"Os Estados Unidos agradecem ao governo dos Emirados Árabes Unidos pelo seu gesto humanitário e vontade em apoiar os esforços dos Estados Unidos para fechar o estabelecimento prisional de Guantánamo", disse o Pentágono, em comunicado.

Com esta transferência, o número de presos que ainda se encontra na prisão de Guantánamo desce para 61.

A transferência dos presos tinha sido já anunciada pela Amnistia Internacional, mas o Pentágono tinha, até agora, recusado comentar essa informação.

A prisão foi criada quando George W. Bush era presidente dos Estados Unidos, para manter os prisioneiros da "guerra contra o terrorismo", depois do 11 de setembro de 2001.

O atual presidente norte-americano, Barack Obama, prometeu encerrar a prisão em 2009, mas isso não aconteceu até agora, apesar de as libertações terem acelerado nos últimos tempos.

Lusa

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.

  • Trump acusa o procurador-geral dos EUA de ser fraco
    1:46