sicnot

Perfil

Mundo

Hollande pede a Merkel e Poroshenko para ser evitada violência na Ucrânia

Angela Merkel, François Hollande e Petro Poroshenko

© Axel Schmidt / Reuters

O Presidente francês, François Hollande, pediu esta terça-feira à chanceler alemã, Angela Merkel, e ao chefe de Estado ucraniano, Petro Poroshenko, para ser evitada qualquer escalada do conflito no este da Ucrânia.

Em comunicado, a Presidência francesa explicou que François Hollande reiterou aos seus interlocutores a sua disponibilidade para uma nova cimeira, no âmbito do chamado formato da Normandia (Ucrânia, Rússia, França e Alemanha).

François Hollande sublinhou que a França não reconhece, nem reconhecerá a "anexão ilegal" da Crimeia pela Rússia, mas também defendeu a necessidade de prosseguirem as negociações para se chegar a um consenso pacífico para aquela região ucraniana.

A solução, segundo a Presidência francesa, implicará o "restabelecimento da segurança, um cessar-fogo duradouro e a organização de eleições no âmbito da legislação ucraniana e o respeito dos direitos internacionais".

O Eliseu defendeu igualmente a aplicação do "conjunto dos acordos de Minsk".

Lusa

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.