sicnot

Perfil

Mundo

Hollande pede a Merkel e Poroshenko para ser evitada violência na Ucrânia

Angela Merkel, François Hollande e Petro Poroshenko

© Axel Schmidt / Reuters

O Presidente francês, François Hollande, pediu esta terça-feira à chanceler alemã, Angela Merkel, e ao chefe de Estado ucraniano, Petro Poroshenko, para ser evitada qualquer escalada do conflito no este da Ucrânia.

Em comunicado, a Presidência francesa explicou que François Hollande reiterou aos seus interlocutores a sua disponibilidade para uma nova cimeira, no âmbito do chamado formato da Normandia (Ucrânia, Rússia, França e Alemanha).

François Hollande sublinhou que a França não reconhece, nem reconhecerá a "anexão ilegal" da Crimeia pela Rússia, mas também defendeu a necessidade de prosseguirem as negociações para se chegar a um consenso pacífico para aquela região ucraniana.

A solução, segundo a Presidência francesa, implicará o "restabelecimento da segurança, um cessar-fogo duradouro e a organização de eleições no âmbito da legislação ucraniana e o respeito dos direitos internacionais".

O Eliseu defendeu igualmente a aplicação do "conjunto dos acordos de Minsk".

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.