sicnot

Perfil

Mundo

Suspeito de atear fogos na Califórnia detido

O suspeito de atear fogos na Califórnia, nos EUA, foi detido pelas autoridades esta segunda-feira. O homem, de 40 anos, foi identificado como responsável por duas dezenas de fogos que já detruíram 175 casas e mais de 30 mil hectares.

As chamas continuam a ser combatidas por mais de 1500 bombeiros e centenas de pessoas que tiveram que abandonar as casas ainda não puderam regressar e perceber o estado em que se encontram.
As autoridades dizem que na linha do fogo há mais de mil edifícios em risco.
Em Clayton e no condado de San Luis Obispo, foi declarado o estado de emergência.

  • Mais de 24 incêndios ativos na Califórnia
    1:56

    Mundo

    Incêndios de grandes dimensões ainda estão ativos na Califórnia desde o fim-de-semana. O primeiro fogo desta vaga começou há mais de três semanas e, de acordo com as autoridades, não há previsão de melhorias. Mark Giberson, um americano residente em Lower Lake, viu todas as suas memórias de vida desaparecer em menos de 24 horas.

  • Coreia do Norte foi "isolada à força"

    Mundo

    O empresário espanhol León Smit, que organiza visitas à Coreia do Norte, diz que o país foi "isolado à força", sendo "muito difícil" estabelecer relações comerciais com Pyongyang, sob o regime de Kim Jong-un.

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite