sicnot

Perfil

Mundo

Suspeito de atear fogos na Califórnia detido

O suspeito de atear fogos na Califórnia, nos EUA, foi detido pelas autoridades esta segunda-feira. O homem, de 40 anos, foi identificado como responsável por duas dezenas de fogos que já detruíram 175 casas e mais de 30 mil hectares.

As chamas continuam a ser combatidas por mais de 1500 bombeiros e centenas de pessoas que tiveram que abandonar as casas ainda não puderam regressar e perceber o estado em que se encontram.
As autoridades dizem que na linha do fogo há mais de mil edifícios em risco.
Em Clayton e no condado de San Luis Obispo, foi declarado o estado de emergência.

  • Mais de 24 incêndios ativos na Califórnia
    1:56

    Mundo

    Incêndios de grandes dimensões ainda estão ativos na Califórnia desde o fim-de-semana. O primeiro fogo desta vaga começou há mais de três semanas e, de acordo com as autoridades, não há previsão de melhorias. Mark Giberson, um americano residente em Lower Lake, viu todas as suas memórias de vida desaparecer em menos de 24 horas.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51