sicnot

Perfil

Mundo

Cerca de 80% dos corpos que chegam às equipas foresenses na Grécia são refugiados

Reuters

As equipas forenses da Grécia estão a ter dificuldades no processo de identificação dos corpos de refugiados que não sobreviveram à travessia no mar Mediterrâneo.

As autoridades gregas reclamam a necessidade de existir uma base de dados mundial para a partilha de informação, que poderá facilitar a identificação das pessoas. As autoridades apontam também para a falta de fundos e de coordenação das equipas como as principais dificuldades no processo.

Só este ano, houve mais de quatro mil mortes de migrantes refugiados que procuravam asilo noutros países, como a Grécia e a Itália.

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.