sicnot

Perfil

Mundo

Detido homem que vendeu arma ao autor do tiroteio em Munique

O suspeito, que estava detido e sob investigação por alegada venda ilegal de armas pela internet, diz ter vendido uma Glock 17 ao atirador, que no 22 de Julho fez 9 vítimas mortais e que depois do ataque, se suicidou.

As autoridades prenderam-no a norte de Frankfurt, depois de se terem feito passar por compradores de armas.

O detido admitiu ter se encontrado com o autor do tiroteio em duas ocasiões. A primeira, a 20 de maio, quando vendeu a pistola Glock 17, e quatro dias antes do massacre em Munique para a entrega das munições.

De acordo com o suspeito, o atirador, com 18 anos, terá comprado a arma do crime e mais de 450 munições para concretizar o ataque junto ao Centro Comercial Olympia, em Munique.

  • Vídeo mostra suspeito de tiroteio em Munique a gritar que é alemão

    Mundo

    Um vídeo amador mostra um dos suspeitos do tiroteio em Munique que se escondeu num parque de estacionamento. O homem grita "sou alemão" e "seus malditos turcos". Tudo começou volta das 17:00, em Lisboa, com uma chamada de emergência que dava conta que um homem tinha começado a disparar no centro comercial Olympia, presumivelmente num restaurante de fast food. A polícia da cidade pediu aos habitantes para permanecerem em casa ao mesmo tempo que suspendia o serviço em vários meios de transporte. Na rede social twitter, a polícia admite que não sabe quem são os autores deste tiroteio, fala no plural, pedindo à população para ficar em casa e se estiver na rua para ter cuidado.

  • Jovem de 15 anos detido na Alemanha por suspeitas de terrorismo

    Mundo

    Um jovem de 15 anos foi detido na Alemanha, suspeito de estar a preparar um ataque terrorista nos arredores de Estugarda. A polícia descobriu no apartamento do suspeito um pequeno arsenal, que incluía balas, facas e material explosivo. Sabe-se que o jovem mantinha contacto com o atirador de Munique, um jovem de 18 anos. De acordo com a polícia, foram ainda encontrados mapas e desenhos que indicavam o local do possível ataque, além de instruções para a construção de explosivos. O jovem está neste momento numa ala psiquiátrica.

  • Europol deteve grupo que vendia euros falsos na Darkweb

    Mundo

    A Europol anunciou hoje a detenção de oito pessoas suspeitas de pertencerem a um grupo criminoso considerado como um dos maiores fornecedores de euros falsos vendidos online, no âmbito de uma operação realizada pelas autoridades italianas.