sicnot

Perfil

Mundo

Não há portugueses entre os feridos registados no acidente de comboio em França

O Ministério dos Negócios Estrangeiros informou esta quarta-feira que não existe qualquer português entre os feridos registados no acidente de comboio ocorrido no sul de França.

"Não há qualquer estrangeiro acidentado", referiu fonte do Ministério Negócios Estrangeiros, segundo informações transmitidas pelas autoridades francesas.

Um comboio que fazia a ligação entre Nimes e Montpellier, no sul de França, colidiu contra uma árvore caída nos carris, provocando oito feridos graves e 50 feridos ligeiros, segundo os bombeiros.

O acidente ocorreu às 15:45 locais (14:45 em Lisboa), quando o comboio viajava a 140 quilómetros/hora.

O comboio, que transportava 219 passageiros, colidiu contra a árvore que caiu na sequência de uma forte tempestade de granizo que atingiu a região ao início da tarde.

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.