sicnot

Perfil

Mundo

Sete filmes em competição de longas-metragens no festival MOTELx

motelx.org

​Sete filmes europeus, entre os quais algumas primeiras obras e uma animação, compõem a competição de longas-metragens europeias, uma das novidades, em setembro, do Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa, MOTELx.

O festival cumpre a décima edição em setembro e terá, pela primeira vez, uma competição para escolher a "melhor longa de terror europeia", que será automaticamente candidata ao prémio Méliès d'Or, atribuído pela Federação Europeia de Festivais de Cinema Fantástico.

A competição integra sete obras, entre os quais a longa-metragem de animação espanhola "Psiconautas, los niños olvidados", de Pedro Rivero e Alberto Vázquez, e "The Noonday Witch", que o checo Jiri Sádek apresentou este ano no festival de Karlovy Vary.

Entre as escolhas do MOTELx para a competição estão ainda "K-Shop", do britânico Dan Pringle, inspirado na história de "Sweeney Todd", com a ação a passar-se dentro de uma loja de kebab, e "Shelley", filme do realizador iraniano Ali Abbasi, rodado na Suécia e estreado no festival de Berlim.

"Like a cast shadow", do suíço Michael Krummenacher, "Villmark Asylum", produção norueguesa de Pal Oie, e "Baskin" (Turquia/EUA), de Can Evrenol, completam a seleção dos sete filmes em competição.

O júri que escolherá o filme vencedor integra o músico Fernando Ribeiro, dos Moonspell, o reallizador Ruggero Deodato, autor do polémico filme "Holocausto Canibal" (1980), e o produtor Mick Garris.

O MOTELx está marcado para os dias 06 a 11 de setembro e são esperadas mais de 70 sessões de cinema, no Cinema São Jorge, no Teatro Tivoli e na Cinemateca Júnior, o "triângulo do cinema do terror na Avenida da Liberdade", em Lisboa, como apresenta a organização.

A programação contará com o documentário de Noah Baumbach e Jake Paltrow sobre o cineasta norte-americano Brian De Palma, e dois filmes estreados este ano em Cannes: a produção indiana "Raman Raghav", de Anurag Kashyap, e "The transfiguration", primeiro filme de Michael O'Shea.

O MOTELx terá ainda sessões dedicadas ao realizador polaco Walerian Borowczyk, que morreu há dez anos.

Mantém-se a já habitual competição de 'curtas' portuguesas, com um prémio monetário de cinco mil euros, e este ano haverá "microCURTAS", uma competição para filmes feitos integralmente com telemóvel ou 'tablet', que não tenham mais de dois minutos.

Na semana anterior ao MOTELx, o festival fará uma espécie de boas-vindas à programação principal, com cinema ao ar livre e concertos no Largo São Carlos, ao Chiado, e no Beco da Rua da Moeda, ao Cais do Sodré.

Em 2015, o MOTELX teve cerca de 18 mil espectadores.

Lusa

  • Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já têm cadastro
    1:59

    Crise no Sporting

    Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já foram condenados por 22 crimes que cometeram no passado, mas nunca nenhum deles cumpriu pena de prisão ou prisão domiciliária. O juiz decretou a prisão preventiva na sequência das agressões à equipa do Sporting por entender que se tratou de um comportamento chocante, terrorista e a perversão do espírito desportivo.

  • Está a pensar ir à praia? Não se esqueça do guarda-chuva
    0:43
  • MP investiga ministro Siza Vieira, António Costa rejeita incompatibilidades
    2:12

    País

    O Ministério Público decidiu investigar o ministro Adjunto, Pedro Siza Vieira, por alegadas incompatibilidades. O governante criou uma empresa imobiliária um dia antes de tomar posse e manteve-se como gerente durante dois meses. A lei prevê a demissão, mas o primeiro-ministro já disse que se tratou apenas de um erro e o próprio ministro alega desconhecimento da lei.

  • EUA expulsa dois diplomatas venezuelanos e dá-lhes 48 horas para deixarem o país

    Mundo

    Os Estados Unidos anunciaram, na quarta-feira, a expulsão de dois diplomatas venezuelanos, aos quais deu um prazo de 48 horas para sairem do país. A decisão é a resposta ao anúncio de Presidente da Venezuela de expulsar o encarregado de negócios e o chefe da secção política da embaixada dos Estados Unidos em Caracas, Todd Robinson e Brian Naranjo, respetivamente.