sicnot

Perfil

Mundo

Amnistia denuncia torturas, condições desumanas e mortes nas prisões sírias

© Rodi Said / Reuters

A Amnistia Internacional (AI) denunciou hoje as "torturas, condições desumanas e mortes" que ocorrem sistematicamente nas prisões sírias e instou a comunidade internacional a mediar para resolver "abusos" equiparáveis a "crimes contra a humanidade".

No relatório "It breaks the human: Torture, disease and death in Syria's prisons", a AI estima que 17.723 pessoas morreram sob custódia nesse país desde o início da crise, em março de 2011, mais de 300 mortes todos os meses.

A organização cita os testemunhos de 65 sobreviventes de torturas, que descreveram casos de "abusos chocantes" e "condições desumanas" sofridas nos centros de segurança sírios, operados pelos serviços secretos do governo desse país, assim como na Prisão Militar de Saydnaya, nos arredores de Damasco.

"O catálogo de histórias de terror descreve com detalhes chocantes os terríveis abusos sofridos pelos detidos, de forma rotineira, desde o momento da sua detenção, nos interrogatórios e quando estão detidos nas instalações dos serviços secretos sírios", afirmou Philip Luther, diretor do programa da AI para o Médio Oriente e Norte de África.

Philip Luther recorda que durante décadas o Executivo sírio recorreu à tortura como "forma de derrubar os seus opositores" e que atualmente essa prática "faz parte de um ataque sistemático dirigido contra qualquer suspeito de se opor ao Governo, entre a população civil, e equivale a crimes contra a humanidade".

A AI pede à comunidade internacional, em particular à Rússia e aos Estados Unidos -- coordenadores das negociações de paz sobre a Síria --, que façam deste um tema prioritário nas conversações com as autoridades sírias e grupos armados, para acabar com os maus tratos nas prisões do país.

Lusa

  • Cidade síria de Manbij reconquistada ao Daesh
    1:51

    Daesh

    Na Síria, forças apoiadas pelos EUA reconquistaram ao jihadistas do Daesh a cidade de Manbij, situada no norte do país. A população festejou nas ruas o fim da ocupação. As imagens foram registadas por um canal de televisão curdo e captam os primeiros momentos que marcam o fim de uma ocupação de dois anos.

  • As escravas do século XXI
    23:08

    Reportagem Especial

    Em dois anos o Daesh já cometeu milhares de crimes de guerra, desde a declaração do seu Califado na Síria e no Iraque. O povo Yazidi é das principais vítimas. Milhares de pessoas assassinadas, normalmente decapitadas, e quase sete mil mulheres e crianças foram transformadas em escravas e vendidas nos mercados. Henrique Cymerman esteve no norte do Iraque com escravas sexuais libertadas recentemente, que apresentam um testemunho do terror.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • "O ministro não escondeu nem tapou"
    1:20

    Economia

    Pedro Santana Lopes falou pela primeira vez sobre a auditoria feita à Santa Casa no período em que foi provedor. Esta terça-feira, na SIC Notícias, Santana Lopes desvalorizou as irregularidades e defendeu o ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, Vieira da Silva.

    Pedro Santana Lopes

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois de terem desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • Marinha resgata 138 migrantes ao largo de Lampedusa

    País

    A fragata da Marinha portuguesa D. Francisco de Almeida resgatou esta terça-feira, ao largo da ilha de Lampedusa, em Itália, 138 migrantes, entre eles 15 mulheres e oito bebés, disse à Lusa fonte do Estado-Maior-General das Forças Armadas.

  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17