sicnot

Perfil

Mundo

Exame aos olhos poderá diagnosticar precocemente doença de Parkinson

© Lucy Nicholson / Reuters

Um exame para detetar alterações ocorridas nos olhos, que poderá potencialmente diagnosticar a doença de Parkinson antes do desenvolvimento dos sintomas, foi criado por um grupo de investigadores britânicos, noticiou esta quinta-feira a BBC.

Cientistas da universidade britânica University College London (UCL) divulgaram os resultados de análises - ainda em desenvolvimento - efetuadas em animais, que poderão derivar, eventualmente, numa forma barata e não invasiva de deteção daquela doença.

A doença de Parkinson afeta, presentemente, uma em cada 500 pessoas e é a segunda doença neurodegenerativa mais comum em todo o mundo.

Nas experiências efetuadas em ratos, os cientistas verificaram ser possível observar mudanças na parte posterior do olho antes da manifestação de sintomas visíveis da doença.

De acordo com a responsável do estudo, Francesca Cordeiro, esta descoberta implica "um avanço potencialmente revolucionário nos diagnósticos e tratamento precoce de uma das doenças mais debilitantes do mundo".

"Estes exames implicam que poderemos ser capazes de intervir muito antes e de forma mais eficaz para tratar as pessoas que sofrem desta condição devastadora", explicou Cordeiro à cadeia britânica.

Entre os sintomas da doença contam-se tremores nas mãos, braços, pernas e queixo, rigidez muscular, lentidão de movimentos e dificuldades de coordenação e equilíbrio, o que reduz progressivamente a qualidade de vida do doente.

Atualmente não existe qualquer imagem digital cerebral ou análise sanguínea que possa resultar num diagnóstico definitivo para a doença de Parkinson.

O diretor da organização de combate à doença Parkinson UK, Arthur Roach, disse existir uma "necessidade urgente de conseguir uma maneira simples e precisa de detetar esta condição, em particular nas fases iniciais".

Roach acrescentou que, embora a investigação se encontre "na sua infância e ainda deva ser testada em doentes de Parkinson, um exame simples e não-invasivo - como um exame aos olhos - poderá ser um significativo passo em frente na investigação de tratamentos que possam erradicar as causas" da doença, "em vez de mascarar sintomas".

Lusa

  • Um novo medicamento para doentes com Parkinson
    1:43

    País

    A Comissão Europeia aprovou a introdução um novo medicamento da Bial para doentes com Parkinson. O medicamento chama-se Ongentys e deverá entrar no mercado europeu ainda este ano, depois de 11 anos de investigação.

  • Parkinson afeta entre 10 mil a 20 mil portugueses
    2:23

    País

    A doença de Parkinson é a segunda mais comum entre as doenças degenerativas e afeta entre 10 mil e 20 mil portugueses. É uma doença causada pela diminuição radical de um neurotransmissor chamado dopamina. O tratamento passa sobretudo pela medicação mas, em certos casos, a cirurgia também pode atrasar esta doença incapacitante e sem cura. Hoje assinala-se o Dia Mundial da Doença de Parkinson.

  • Traço contínuo às curvas
    2:42
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Cristas calcula défice de 3,7% sem "cortes cegos" das cativações
    0:45

    Economia

    Assunção Cristas diz que o défice de 2,1% só foi conseguido porque o Governo fez cortes cegos na despesa pública. Esta manhã, depois de visitar uma unidade de cuidados continuados em Sintra, a presidente do CDS-PP afirmou que, pelas contas do partido, sem cativações, o défice estaria nos 3,7%.

  • Reservas de viagens na Páscoa e no verão aumentaram
    1:19

    Economia

    As reservas de viagens no período da Páscoa e do verão aumentaram este ano, tanto para o estrangeiro como para dentro de Portugal. O Algarve, a Madeira e os Açores continuam a ser os destinos de eleição. Os portugueses estão também a marcar férias com mais antecedência, uma das receitas para conseguir melhores preços.

  • Escada rolante inverte sentido e varre dezenas de pessoas
    1:15
  • Sol influencia alterações climáticas na Terra

    Mundo

    As flutuações da atividade solar têm um efeito sobre o clima da Terra, concluiu um estudo de investigadores suíços, que conseguiu, pela primeira vez, estimar a influência do Sol no aquecimento do planeta.