sicnot

Perfil

Mundo

Ministério Público turco confisca bens de 187 empresários

O Ministério Público de Istambul ordenou esta quinta-feira a apreensão dos bens de 187 empresários procurados e suspeitos de terem ligações com o opositor Fethullah Gülen, acusado pelo governo turco de ter planeado o golpe falhado de julho passado.

A informação foi avançada pelos meios de comunicação social turcos.

Durante uma grande operação da polícia turca realizada hoje em Istambul, capital económica da Turquia, e em outras cidades do país, 60 suspeitos, incluindo donos de grandes empresas, foram colocados em prisão preventiva, relatou a agência noticiosa local Dogan.

O Ministério Público emitiu 187 mandados de detenção no âmbito desta operação, a segunda desde o início da semana, que visou, entre outros elementos, o líder da confederação patronal Tüskon e vários empresários turcos conhecidos.

Entre os empresários abrangidos pelos mandados de detenção encontra-se o genro do presidente da câmara de Istambul, Kadir Topbas, membro influente do Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP, islâmico e conservador) do Presidente turco Recep Tayyip Erdogan, de acordo com os media turcos.

Os detidos são acusados de financiar um grupo terrorista, a FETO (Organização de Terror Fethullah), uma sigla lançada pelos governantes turcos para designar o movimento liderado por Fethullah Gülen, o clérigo e opositor exilado nos Estados Unidos que Ancara acusa de ter patrocinado o golpe.

Na sequência da tentativa de golpe militar, a 15 de julho, o executivo turco declarou o estado de emergência e desencadeou uma purga em diversos organismos estatais e setores da sociedade turca para localizar os alegados seguidores de Gülen.

O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, anunciou na quarta-feira à noite que 40.029 pessoas tinham sido detidas desde o dia do golpe falhado, das quais 20.355 foram presas.

Numa intervenção transmitida pela televisão turca, Binali Yildirim acrescentou que 79.900 funcionários públicos foram demitidos das respetivas funções, nomeadamente nos setores do exército, da polícia e da justiça.

O representante informou ainda que 4.262 empresas ou instituições com ligação a Fethullah Gülen foram encerradas.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.