sicnot

Perfil

Mundo

Na Turquia "a vaga de detenções dirige-se agora para o setor privado"

Na Turquia "a vaga de detenções dirige-se agora para o setor privado"

O correspondente da SIC em Ancara relata o clima que se vive na Turquia, um mês após a tentativa de golpe de estado. José Pedro Tavares diz que "a vaga de detenções parece estar agora a dirigir-se para o setor privado com centenas de pessoas, nomeadamente, de empresários de sucesso e várias empresas privadas sob investigação.

  • Prisões turcas sobrelotadas depois da tentativa de golpe
    1:42

    Mundo

    O Governo da Turquia decidiu libertar 38 mil presos, condenados antes da tentativa de golpe de Estado do passado dia 15 de julho. A medida está a ser encarada como uma forma das autoridades turcas lidarem com a sobrelotação das prisões.O primeiro-ministro turco diz que desde o golpe foram detidas 40.029 pessoas.

  • "O golpe de Estado na Turquia foi um ataque à ordem constitucional"
    10:47

    Mundo

    Numa entrevista dada ao comentador da SIC Nuno Rogeiro, a embaixadora da Turquia em Lisboa sublinhou a importância do encontro entre Erdogan e Putin para a normalização das relações entre Ancara e Moscovo, abaladas pelo episódio do avião militar russo abatido pela Turquia. Ebru Gokdenizler falou também da tentativa de golpe de Estado de 15 de julho. Para a embaixadora não restam dúvidas de quem tentou derrubar o regime turco.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "Situação humanitária dos civis em Ghouta é aterradora"
    0:49

    Mundo

    O enviado especial da ONU para a Síria lançou esta sexta-feira um novo apelo a um cessar-fogo. O responsável está particularmente preocupado com a situação da população civil e diz que é preciso evitar que se repita em Ghouta o que se passou em Alepo.

  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05
  • Instantes de uma noite de futebol europeu
    0:41
  • Não dá mais, Brasil!
    18:00