sicnot

Perfil

Mundo

Seul realiza maior exercício de artilharia perto da fronteira com Coreia do Norte

© Damir Sagolj / Reuters

A Coreia do Sul levou hoje a cabo o maior exercício de artilharia com fogo real até à data perto da fronteira com a Coreia do Norte, numa ação descrita como podendo elevar as tensões entre os dois regimes.

No exercício de hoje cerca de 300 peças de artilharia de 49 batalhões abriram fogo contra alvos simulados, disse à Efe um porta-voz do Ministério de Defesa de Seul.

O exercício teve lugar na véspera do primeiro aniversário de um dos maiores episódios de tensão das últimas décadas entre ambas as Coreias, quando a 19 de agosto os dois exércitos realizaram uma troca de tiros na Zona Desmilitarizada (DMZ), que separa os dois países.

O incidente desencadeou acusações mútuas, mas sem resultar em danos humanos ou materiais.

O exercício de hoje é interpretado como uma advertência de Seul de que está preparada para responder com firmeza a qualquer agressão.

Não obstante, peritos citados pela agência Efe acreditam que as manobras de hoje poderão contribuir para elevar a tensão militar com a Coreia do Norte, num momento marcado pela profunda deterioração nas relações bilaterais.

Um dos maiores focos de tensão é a prevista instalação do sistema antimísseis norte-americano THAAD na Coreia do Sul, projeto que, segundo advertiu na quarta-feira a Coreia do Norte, conduzirá à "catástrofe" das relações entre ambas as Coreias.

A Coreia do Norte e Coreia do Sul permanecem tecnicamente em guerra desde a Guerra da Coreia (1950-53), que terminou com um armistício nunca substituído por um tratado de paz.

Lusa

  • Escritor e filólogo Frederico Lourenço distinguido com o Prémio Pessoa 2016

    Cultura

    O escritor, tradutor, professor universitário Frederico Lourenço foi distinguido com o Prémio Pessoa 2016. O anúncio foi feito hoje pelo presidente do júri, Francisco Pinto Balsemão, no Palácio de Seteais, em Sintra, sublinhando que a atividade de Frederico Lourenço tem como "traço singular" ter oferecido "à língua portuguesa as grandes obras de literatura clássica".

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional. O ministro garante que o programa vai ser executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação. Vieira da Silva assegura também que o montante disponível para o programa não foi desperdiçado e vai poder ser usado.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.