sicnot

Perfil

Mundo

Satélite quântico chinês envia os primeiros dados para a Terra

Reuters

O "Micio", o primeiro satélite de telecomunicação quântica do mundo, já enviou os seus primeiros dados para o centro de controlo, em Pequim, avançou hoje a agência oficial chinesa Xinhua.

Estes dados preliminares, com 202 megabytes e de "boa qualidade", foram recebidos às 11:56 (04:56 em Lisboa), pela estação de controlo remoto que o programa espacial chinês tem na localidade de Miyun, no norte de Pequim.

A principal missão do satélite é tentar transmitir à Terra e receber a partir desta fotões quânticos, que em teoria não podem ser separados ou duplicados, o que pode ser a base para uma comunicação blindada a "hackers".

A China planeia construir, a curto prazo, uma rede de comunicação quântica de 2.000 quilómetros, entre Pequim e Xangai, as duas principais metrópoles do país, para ser usada por agências governamentais e bancos.

O satélite, batizado em homenagem ao cientista e ótico da China Antiga, que há 2.500 anos inventou a primeira câmara escura, foi lançado na terça-feira, a partir do centro de lançamento de Jiuquan, no deserto de Gobi, noroeste da China.

O programa espacial chinês tem recebido grande apoio financeiro de Pequim, enquanto o 13.º plano quinquenal define a tecnologia quântica como umas das principais áreas principais para pesquisa.

Lusa

  • Confirmados dois novos casos de legionella

    Legionella

    Dois novos casos de legionella foram esta quarta-feira confirmados. A informação foi avançada em comunicado pela Direção-Geral da Saúde. Tratam-se de duas pessoas com mais de 80 anos, internadas no Hospital São Francisco Xavier e no Egas Moniz, ambas em situação clínica estável.

  • Quem é o novo Presidente do Zimbabué?
    2:15

    Mundo

    Emmerson Mnangagwa é o sucessor de Robert Mugabe que regressou esta quarta-feira da África do Sul, onde estava refugiado. No primeiro discurso, o Presidente do Zimbabué falou de uma nova democracia no país. Mnangagwa, conhecido como crocodilo, é suspeito de atrocidades na guerra civil pós-independência. 

  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50