sicnot

Perfil

Mundo

Trump visita afetados pelas cheias no Luisiana e critica ausência de Obama

O candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, visitou esta terça-feira as zonas afetadas pelas inundações no Luisiana e criticou o Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, por ainda não ter visitado aquela estado.

As cheias no Luisiana provocaram pelo menos 13 mortos e destruíram 40.000 casas.

Donald Trump realizou uma visita rápida acompanhado pelo seu candidato à vice-presidência, Mike Pence, tendo-se deslocado a vários bairros atingidos pelas inundações e conversar com voluntários e vítimas das cheias.

"O Presidente disse que não pode ir, está a acabar uma partida de golfe", afirmou aos jornalistas Donald Trump, no final da visita.

Donald Trump salientou que o estado "precisa de ajuda".

"O que aconteceu aqui é incrível. Estou aqui para ajudar", sublinhou.

O governador democrata do Luisiana, John Bel Edwards, disse que pelo menos 70.000 pessoas se inscreveram como afetadas pelas inundações para receber ajuda do Governo federal.

Grandes extensões do território do Luisiana permanecem debaixo de água e 40.000 casas estão inundadas.

A Casa Branca anunciou hoje que Barack Obama vai deslocar-se ao Luisiana na terça-feira para falar com os responsáveis locais e perceber a forma como o Governo federal pode ajudar.

Lusa

  • Os apelos de Marcelo para a reforma do Estado
    1:36

    País

    O Presidente da República lamentou este sábado que o consenso para uma reforma do Estado seja um sonho adiado. No enceramento do congresso "Portugal no Futuro", Marcelo Rebelo de Sousa apelou a entendimentos em áreas estratégicas e defendeu que é preciso passar as palavras à ação, o quanto antes.

    Débora Henriques

  • Tragédia de Vila Nova da Rainha foi há uma semana
    7:18
  • Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"
    1:36

    Operação Marquês

    As defesas de José Sócrates e de Ricardo Salgado queixam-se que as escutas do processo Marquês estão infetadas por um vírus informático. Os advogados dizem que tal como estão as escutas não podem servir de prova. No entanto, o Ministério Público diz que estão reunidas as condições para começar a contar o prazo para a abertura de instrução.

    Luís Garriapa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52