sicnot

Perfil

Mundo

Turquia quer ter papel mais ativo no conflito na Síria

A Turquia pretende ter um papel mais ativo no conflito da Síria nos próximos seis meses.

O primeiro-ministro turco diz que quer evitar que o país seja destruído pela guerra e que continue dividido por questões étnicas.

Em Istambul, Binali Yildirim defendeu também que o presidente da Síria, Bashar al-Assad, pode ter um lugar num Governo de transição, mas nunca no futuro do país.

A principal preocupação de Ancara, de acordo com as declarações do primeiro-ministro turco, é que as milícias curdas, que dominam o nordeste da Síria, fiquem ainda mais fortes na região.

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".

  • O regresso a casa depois do incêndio no Sardoal
    2:43
  • Cerca de 20 mil portugueses vivem em Barcelona
    1:44