sicnot

Perfil

Mundo

Militantes LGBT exigiram justiça pela morte de transexual na Turquia

CEM TURKEL

Cerca de 200 militantes da causa transgénero manifestaram-se este domingo em Istambul para exigir justiça após a bárbara morte de uma transexual no início do mês.

O corpo de Hande Kader, transexual prostituta de 22 anos, foi encontrado mutilado e queimado, num bairro chique de Istambul, uma semana após ter sido vista pela última vez a entrar na viatura de um cliente.

Militante ativa da causa LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgéneros), Hande Kader transformou-se num ícone da comunidade após enfrentar a polícia com canhões de água e balas de borracha quando tentava impedir a marcha do Orgulho Gay, em junho de 2015.

"Justiça para Hande Kader" ou "Lutemos pela nossa sobrevivência" foram palavras de ordem dos manifestantes que percorreram uma artéria central de Istiktal, observados pela polícia que não interveio.

CEM TURKEL

"Iremos lutar até que seja encontrado o responsável pela morte de Hande Kader", declarou um transexual responsável pela comunidade LGBT em Istanbul.

Um outro transexual leu um comunicado explicando que "as mortes dos transexuais são políticas, os responsáveis são aqueles que defendem um sistema +hetero-normal+" e "o sistema educativo conservador que não nos leva em consideração".

Cerca de 40 transexuais foram mortos na Turquia desde 2008, segundo as associações LGBT.

Lusa

  • "De hoje em diante, só a América virá em primeiro lugar"
    3:20
  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39

    Mundo

    As primeiras decisões da era Trump não tardaram. O 45.º Presidente dos Estados Unidos da América já avançou com algumas medidas, entre elas, a confirmação dos nomes que vão compor a nova administração e a criação do Dia do Patriotismo.

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.