sicnot

Perfil

Mundo

John Kerry diz que "é provável" reunião com MNE russo em breve

O secretário de Estado norte-americano considerou esta segunda-feira provável uma reunião em breve com o seu homólogo russo sobre a Síria, quando as duas potências discutem há várias semanas uma eventual cooperação militar para combater os jihadistas naquele país.

"De facto, estamos neste momento em conversações, que decorrem há várias semanas, e espero que estejamos prestes a concluí-las, de uma forma ou de outra", declarou John Kerry numa conferência de imprensa em Nairobi.

"Nos próximos dias, as nossas equipas (norte-americana e russa) vão reunir-se e, em função do resultado das conversações, é muito possível, provável mesmo, que o ministro dos Negócios Estrangeiros (Serguei) Lavrov e eu nos encontremos", acrescentou.

O chefe da diplomacia norte-americano precisou, contudo, que tal decisão será tomada em função do ponto em que Washington e Moscovo estiverem nos próximos dias.

Kerry emitiu estas declarações quando lhe perguntaram a sua opinião sobre o anúncio hoje pelo Governo iraniano do fim dos ataques aéreos na Síria pela Rússia a partir do aeródromo militar iraniano de Hamedan.

O governante norte-americano não quis comentar esse anúncio, dizendo aos jornalistas que deveriam abordar o assunto com os dirigentes russos e iranianos.

Os Estados Unidos e os seus parceiros da coligação internacional que combate ao Daesh efetuam há dois anos bombardeamentos sobre a Síria e o Iraque, enquanto a Rússia realiza ataques aéreos desde há quase um ano, para apoiar as forças do Presidente sírio, Bashar al-Assad.

A entrada em jogo de Moscovo na guerra na Síria nunca dissuadiu John Kerry de procurar uma via de cooperação entre Estados Unidos e Rússia.

Numa visita de Kerry a Moscovo em meados de julho, as duas potências chegaram a acordo sobre "medidas concretas", que foram mantidas confidenciais, para salvar o cessar-fogo e combater os jihadistas.

O secretário de Estado norte-americano prometeu no fim de julho anúncios para o início de agosto sobre esta eventual colaboração militar entre os dois países.

A 16 de agosto, o porta-voz do departamento de Estado, Mark Toner, deu igualmente conta das discussões em curso: "Continuamos a falar com a Rússia (...) sobre um cessar-fogo nacional sério, uma abertura total à ajuda humanitária e uma retomada das negociações (entre o regime sírio e a oposição) em Genebra".

O porta-voz referia-se ao plano internacional para encontrar uma solução política para a guerra na Síria.

Lusa

  • Coutinho e Neymar salvam Brasil já na compensação

    Mundial 2018 / Brasil

    O Brasil venceu a Costa Rica por 2-0 numa partida a contar para a 2ª jornada do grupo E do Mundial da Rússia. Contas feitas, o Brasil sobe para o primeiro lugar do grupo, com 4 pontos, seguido da Sérvia com 3 pontos. A Suíça (1 ponto) e a Costa Rica (0 pontos) ocupam, assim, os últimos lugares da tabela.

  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • Moutinho e Raphael Guerreiro de "baixa", Fonte disponível "para tocar bombo"
    1:52
  • Mulher morre após ser mandada para casa pelo Centro Hospitalar do Oeste
    2:23

    País

    Uma mulher morreu depois de ter tido alta no Centro Hospitalar do Oeste. Há fortes suspeitas que tenha sido vítima de um diagnóstico mal feito por uma empresa de telemedicina. O Bastonário da Ordem dos Médicos quer avaliar todos os contratos do Estado com serviços de telemedicina e impedir que as empresas e os hospitais fujam às responsabilidades. Até agora ninguém foi responsabilizado, a família apresentou várias queixas e Entidade Reguladora da Saúde abriu um inquérito.

  • Antigo campeão nacional de Ori-BTT, de 19 anos, morreu em colisão com carro
    1:42

    País

    Um ciclista de 19 anos morreu e o pai ficou gravemente ferido, numa colisão com uma viatura que fazia uma inversão de marcha, em Loulé, na quarta-feira. Quando o acidente aconteceu, o jovem estava a treinar para um campeonato na Hungria, onde ia participar dentro de poucos dias. Duarte Lourenço, que chegou a ser campeão nacional de Ori-BTT, pertencia ao escalão de Juniores, devido à sua idade, mas por vontade própria fazia escalão Sénior.