sicnot

Perfil

Mundo

Kerry insiste no envio de "força de proteção" da ONU para o Sudão do Sul

(Arquivo)

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, insistiu esta segunda-feira na necessidade de enviar uma "força de proteção" da ONU, composta por tropas africanas, para a capital do Sudão do Sul, palco de violentos combates em julho.

"Não existe qualquer dúvida de que devemos avançar com o destacamento da força regional autorizada pelo Conselho de Segurança da ONU", disse Kerry à imprensa após um encontro com cinco ministros dos Negócios Estrangeiros da região na capital do Quénia, Nairobi.

A chefe da diplomacia queniana, Amina Mohamed, declarou que, em relação ao envio da nova força, "quanto mais cedo melhor". Na sequência dos combates em Juba no mês passado, o Quénia ofereceu-se para enviar militares para uma nova força, aprovada na ONU a 12 de agosto, juntamente com a Etiópia e o Ruanda.

Os cerca de 4.000 militares da nova força juntar-se-ão aos 12.000 que integram a Missão das Nações Unidas no Sudão do Sul (UNMISS).

Kerry sublinhou que "não se trata de uma força de intervenção, mas de uma força de proteção com um mandato muito claro para lhe permitir proteger a população".

"Isto é um complemento da soberania e dos esforços do próprio Sudão do Sul", adiantou, dando resposta a preocupações de Juba, que inicialmente recusou e depois colocou reticências ao destacamento daquela força, alegando que minava a soberania do país.

Combates em Juba no início de julho opuseram tropas leais ao Presidente Salva Kiir aos ex-rebeldes do vice-Presidente Riek Machar, causando pelo menos 300 mortos e mais de 70.000 deslocados.

Os combates colocaram em risco a aplicação do acordo de paz assinado em agosto de 2015 entre Kiir e Machar para acabar com uma guerra civil devastadora iniciada no final de 2013, menos de dois anos depois de o Sudão do Sul aceder à independência.

Machar fugiu após os combates para a vizinha República Democrática do Congo, dizendo-se pronto a regressar a Juba quando a nova força de proteção da ONU for destacada para a capital do Sudão do Sul.

Lusa

  • Sporting de Braga afastado da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting de Braga derrotou esta quinta-feira o Marselha, em Braga, por 1-0, na segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa. Um triunfo insuficiente para o apuramento, depois do desaire da equipa minhota em França (3-0).

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Os 36 golos dos 16 avos da Liga Europa

    Liga Europa

    A jornada europeia ficou marcada, no panorama das equipas portuguesas, pelo apuramento do Sporting e pela eliminação do Sporting de Braga. Os leões passam assim a ser o único clube luso em prova na Liga Europa. Nos oitavos de final, o emblema de Alvalade pode encontrar adversários como o Arsenal, o Atlético de Madrid ou o AC Milan. O sorteio realiza-se esta sexta-feira, ao meio-dia. Aqui, veja ou reveja todos os golos da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

  • "O dia a dia na Síria também é lutar por um pão"
    10:13

    Mundo

    Desde domingo que os bombardeamentos do regime sírio a Ghouta já fizeram mais de 400 mortos. Ghouta é o último reduto rebelde nos arredores da capital da síria, onde as forças fiéis a Bashar Al Assad iniciaram no domingo uma intervenção militar de larga escala. Cândida Pinto, editora de Internacional da SIC, e a psicóloga Maria Palha, que já esteve na Síria ao serviço dos Médicos Sem Fronteiras, estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para falar sobre o assunto.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00
  • Proposta de um cessar-fogo na Síria sem acordo

    Mundo

    O embaixador da Rússia junto das Nações Unidas afirmou esta quinta-feira que os 15 membros do Conselho de Segurança não alcançaram um acordo para aprovar um cessar-fogo de 30 dias na Síria, proposta negociada há mais de duas semanas.