sicnot

Perfil

Mundo

Turquia pede às potências mundiais para virarem "nova página" no conflito sírio

O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, pediu esta segunda-feira às potências mundiais, incluindo Irão, Rússia e Estados Unidos, a unirem esforços e a virarem rapidamente "uma nova página" no conflito que afeta a Síria desde março de 2011.

"É vital que, sem perder mais tempo, uma nova página seja aberta na Síria, com base num modelo que envolva particularmente a Turquia, Irão (...) Rússia, Estados Unidos, alguns Estados do Golfo e a Arábia Saudita", disse Binali Yildirim, em declarações aos jornalistas após uma reunião do conselho de ministros em Ancara.

O representante frisou que a posição da Turquia tem sido "muito clara" e que é essencial salvaguardar a integridade territorial da Síria, um país vizinho.

"A integridade territorial da Síria deve ser protegida e um governo inclusivo (...) onde todos os grupos estão representados deve ser formado, de modo a que qualquer animosidade seja anulada", acrescentou.

Estas declarações de Binali Yildirim são o sinal mais recente de que Ancara está preparada para trabalhar de uma forma mais ativa com as potências mundiais envolvidas no conflito sírio, independentemente dos diferentes pontos de vista.

A Rússia e o Irão são os principais apoiantes do Presidente sírio, Bashar al-Assad, cuja saída do poder tem sido encarada pelas autoridades turcas como fundamental para o fim do conflito civil sírio.

Mas, no fim de semana passado, o primeiro-ministro turco afirmou, pela primeira vez, que Bashar al-Assad é "um dos atores" na Síria e que poderia permanecer temporariamente durante um período de transição.

"É essencial que todas as partes se reúnem para acabar com o derramamento de sangue na Síria e formar um modelo de governação, onde todos os sírios estão representados", disse hoje o representante turco.

As declarações de Binali Yildirim também surgem depois de ativistas terem afirmado que centenas de rebeldes sírios apoiados por Ancara estão a preparar uma ofensiva contra o grupo extremista Estado Islâmico (EI) na Síria.

Esta ofensiva poderá coincidir com movimentações similares da milícia curda no território sírio.

Sobre as movimentações da milícia curda, Binali Yildirim frisou que para o governo de Ancara é "absolutamente inaceitável" a criação de uma entidade curda na região norte da Síria, onde a ofensiva das forças curdas tem conseguido ganhar terreno ao grupo radical sunita.

O governo de Ancara acusa o Partido da União Democrática (PYD, a principal milícia curda na Síria) de organizar ataques em território turco em colaboração com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), movimento dos rebeldes separatistas curdos que Ancara qualifica como uma organização terrorista.

"Na verdade, é algo que os próprios sírios irão considerar inaceitável", concluiu Binali Yildirim.

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Os filhos do divórcio
    20:50
  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • Avião divergiu para as Lajes devido a discussão a bordo

    País

    Um avião da companhia aérea British Airways divergiu hoje para o aeroporto das Lajes, na ilha Terceira, nos Açores, devido a uma discussão a bordo entre um casal de passageiros e a tripulação, informou hoje a Força Aérea Portuguesa.

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e, a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.