sicnot

Perfil

Mundo

Turquia sem pistas sobre autoria de ataque a casamento que fez 54 mortos

O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, declarou esta segunda-feira que a Turquia não tem "qualquer ideia" sobre quem foram os responsáveis pelo ataque a um casamento curdo, numa cidade próxima da fronteira síria, que fez 54 mortos.

"Não temos qualquer ideia sobre quem terão sido os perpetradores do ataque. Infelizmente, as informações iniciais sobre quem cometeu o atentado, em nome de que organização, não eram corretas", disse o governante à imprensa em Ancara.

Os comentários do chefe do executivo turco contradizem aparentemente os emitidos pelo Presidente, Recep Tayyip Erdogan, que declarou no domingo que o bombista era uma criança com idade entre os 12 e os 14 anos agindo sob as ordens do Daesh.

Yildirim rejeitou os "rumores" sobre se o atentado foi protagonizado por uma criança ou um adulto e insistiu em que as forças de segurança continuam o seu trabalho de apurar os responsáveis.

"Quem esteve por detrás do ataque será identificado, que não haja dúvidas quanto a isso", frisou.

O atentado, ocorrido no passado sábado numa festa de casamento ao ar livre na cidade de Gaziantep, no sudeste do país, foi o mais mortal este ano.

O país tem sofrido nos últimos 12 meses uma série de atentados atribuídos a ativistas curdos e ao Daesh.

Em junho, pelo menos 47 pessoas morreram num triplo atentado bombista suicida e tiroteio no aeroporto Ataturk, em Istambul, cuja autoria as autoridades atribuíram ao Daesh.

  • "Miúdos de 5 e 6 anos a perguntar: a minha casa ardeu, o meu pai está queimado?"
    4:55
  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.