sicnot

Perfil

Mundo

Turquia sem pistas sobre autoria de ataque a casamento que fez 54 mortos

O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, declarou esta segunda-feira que a Turquia não tem "qualquer ideia" sobre quem foram os responsáveis pelo ataque a um casamento curdo, numa cidade próxima da fronteira síria, que fez 54 mortos.

"Não temos qualquer ideia sobre quem terão sido os perpetradores do ataque. Infelizmente, as informações iniciais sobre quem cometeu o atentado, em nome de que organização, não eram corretas", disse o governante à imprensa em Ancara.

Os comentários do chefe do executivo turco contradizem aparentemente os emitidos pelo Presidente, Recep Tayyip Erdogan, que declarou no domingo que o bombista era uma criança com idade entre os 12 e os 14 anos agindo sob as ordens do Daesh.

Yildirim rejeitou os "rumores" sobre se o atentado foi protagonizado por uma criança ou um adulto e insistiu em que as forças de segurança continuam o seu trabalho de apurar os responsáveis.

"Quem esteve por detrás do ataque será identificado, que não haja dúvidas quanto a isso", frisou.

O atentado, ocorrido no passado sábado numa festa de casamento ao ar livre na cidade de Gaziantep, no sudeste do país, foi o mais mortal este ano.

O país tem sofrido nos últimos 12 meses uma série de atentados atribuídos a ativistas curdos e ao Daesh.

Em junho, pelo menos 47 pessoas morreram num triplo atentado bombista suicida e tiroteio no aeroporto Ataturk, em Istambul, cuja autoria as autoridades atribuíram ao Daesh.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.