sicnot

Perfil

Mundo

Líder do grupo radical Boko Haram ferido num ataque aéreo

​O exército nigeriano anunciou hoje que o líder do Boko Haram, Abubakar Shekau, tinha ficado seriamente ferido e que vários comandantes do grupo extremista tinham sido mortos num ataque aéreo ao seu bastião no nordeste da Nigéria.

Abubakar Shekau, cuja liderança do Boko Haram foi recentemente posta em causa, ficou "gravemente ferido" num ataque aéreo na sexta-feira à floresta de Sambisa, indicou um porta-voz do exército nigeriano, Sani Usman, num comunicado.

Três comandantes do Boko Haram -- Abubakar Mubi, Malam Nuhu e Malam Hamman -- foram mortos e vários outros ficaram feridos, adiantou Sani Usman.

O exército nigeriano já anunciou a morte de Abubakar Shekau por diversas vezes, mas o esquivo líder do Boko Haram reaparece regularmente em vídeos do grupo 'jihadista'.

No início de agosto, o grupo extremista Estado Islâmico, ao qual Abubakar Shekau jurou lealdade em março, teria designado como novo líder do Boko Haram o antigo porta-voz do movimento Abu Musab al-Barnawi. Uma semana mais tarde, Abubakar Shekau reafirmava a sua liderança através de um vídeo.

O anúncio do exército ocorre numa altura em que o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, se encontra na região para abordar, entre outras, a questão da luta contra o Boko Haram, cuja rebelião já causou mais de 20.000 mortos e 2,6 milhões de deslocados desde 2009.

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.